Cabo Verde regista 18ª morte por COVID-19

Ministra da Educação esclarece critérios para transferência de professores

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,14 fev 2019 7:46

Maritza Rosabal
Maritza Rosabal(Inforpress)

​A ministra da Educação, Família e Inclusão Social, Maritza Rosabal, afirmou quarta-feira que as transferências de professores dependem de uma conjugação de critérios estabelecidos, indicando uma grande incidência de pedidos para as ilhas de Santiago e São Vicente.

Maritza Rosabal falava ontem, durante a sessão parlamentar, questionada pela deputada da UCID (oposição), Oriana Pires, sobre a preocupação de professores que não conseguem as transferências requeridas.

A parlamentar disse que “há depoimentos de docentes” que já desistiram do ano lectivo presente, por não terem o pedido aprovado, mas que entretanto, outros professores, “por motivos que se desconhecem”, têm a aprovação da tutela.

A ministra explicou que o processo depende da conjugação de alguns critérios, apontando o tempo de serviço mínimo de três anos, o tipo de vínculo, prioridade para aqueles que fazem parte do quadro, número de vagas, entre outros.

Conforme explicou, o Ministério da Educação recebeu cerca de 520 pedidos de transferência, em que as ilhas receptoras são essencialmente Santiago e São Vicente, sendo as emissoras dos pedidos as restantes.

“As ilhas emissoras de pedidos com maior incidência são a ilha do Maio, Fogo, Boa Vista e Sal”, revelou.

Para que se conheça as oportunidades de transferência, a ministra avançou ter dado orientações no sentido de se publicarem as listas com os pedidos e os critérios conjugados para a sua aprovação.

A sessão parlamentar da tarde de ontem ficou marcada com as perguntas dos deputados à ministra da Educação, Maritsa Rosabal.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,14 fev 2019 7:46

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  5 nov 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.