​Cantinas escolares em Santo Antão abastecidas com produtos agrícolas locais

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,11 mar 2020 11:58

As Cantinas Escolares dos três concelhos da ilha de Santo Antão recebem, esta quinta-feira, a primeira remessa de produtos agrícolas, fruto de uma parceria entre a Fundação Social Escolar (FICASE) e a Associação de Agricultores da Ribeira da Cruz (AADARC), em Porto Novo, anunciou hoje a FICASE.

A acção deve beneficiar, até Junho, 7.258 alunos, de 72 escolas e 62 jardins-de-infância de toda a ilha das montanhas.

Em nota de imprensa, a instituição refere que entre os produtos destacam-se batata-comum, batata-doce e cenoura.

A assinatura do contrato de fornecimento acontece após a entrega simbólica dos produtos, na Escola Básica (Ex. Ciclo, Agrupamento 2), Porto Novo, pelas 09 horas.

“Em suma, com este contrato, a FICASE irá adquirir 8.110 kg de produtos para a cobertura das necessidades das escolas de ensino obrigatório e estabelecimentos de educação pré-escolar dos três concelhos de Santo Antão, de Março a Junho de 2020. Ao longo deste período, serão realizadas cinco entregas, que beneficiarão 7.258 alunos, de 72 escolas e 62 jardins-de-infância”, lê-se.

A cerimónia, a ser presidida pelo presidente da FICASE, Albertino Fernandes, contará com presença da delegada do Ministério de Educação no Porto Novo, Felizmina Reis, do presidente da AADARC, Vanderley Rocha, entre outros convidados.

A entrega dos produtos enquadra-se no âmbito do Projecto “Práticas agro-ecológicas resilientes e comercialização participativa como instrumento de nutrição escolar e de segurança alimentar comunitária para as populações rurais das Ilhas de Santo Antão e Fogo”.

O projecto é executado pelo Centro de Estudos Rurais e Agrícolas Internacional (CERAI), pela Associação dos Amigos da Natureza (AAN), parceiras da FICASE, e pelo Ministério da Agricultura e Ambiente. A iniciativa é co-financiada pela Agência Regional de Agricultura e Alimentação (ARAA) da CEDEAO, pela Cooperação Espanhola e pela FICASE através da compra local de produtos para reforçar as refeições escolares oferecidas pelo Programa Nacional de Alimentação e Saúde Escolar.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,11 mar 2020 11:58

Editado porSara Almeida  em  4 jul 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.