Universidade de Cabo Verde continua com aulas a distância até 02 de Maio

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,17 abr 2020 8:48

A Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) vai continuar a apostar no ensino à distância até o dia 02 de Maio, informou, à Inforpress, a reitora Judite Nascimento, depois do anúncio da prorrogação do estado de emergência.

Desde do dia 20 de Março que a Uni-CV suspendeu as sessões presidenciais em todos os cursos, mas manteve activas as actividades pedagógicas, com recursos às tecnologias de informação e comunicação.

Essas medidas deveriam ter efeito até o dia 17 de Abril, mas com a prorrogação do estado de emergência até 02 de Maio, a universidade, segundo a reitora Judite Nascimento, vai dar seguimento e reforçar o plano de contingência, que já estava a ser implementado.

“Com essas medidas a Universidade de Cabo Verde vai continuar até o dia 02 de Maio a funcionar a distância” avançou à Inforpress.

Conforme adiantou, a universidade tem notado uma participação crescente dos estudantes e dos docentes na plataforma ‘Moodle’, mas agora vão intensificar todos esses trabalhos, uma vez que alguns alunos não conseguiram ter acesso às aulas.

Entretanto, assegurou, a Uni-CV vai continuar a dar apoio e suporte técnico a todos os alunos, principalmente aos que estão em situação de vulnerabilidade e que, nos primeiros tempos, não tiveram acesso ao material pedagógico facultado nesta plataforma.

Para além do suporte técnico, informou que o serviço de acção social da universidade vem procurando apoiar os alunos com dificuldade socioeconómica.

“Estamos conscientes de alguns estudantes que tiveram dificuldade em regressar ao seu local de origem, por isso estamos a fazer um levantamento, através dos serviços de acção social, para providenciar apoios directos em géneros ou em dinheiro, mas também criamos condições para dar alguns dos nossos estudantes, com mais dificuldades, acesso a dispositivos e Internet”, adiantou.

Com o apoio das operadoras de telecomunicações, a Uni-CV conseguiu obter alguns megas de Internet para uso próprio e que também contemplou 400 estudantes, para que pudessem aceder ao material pedagógico.

Ainda para os estudantes que têm dificuldades no acesso às tecnologias, a universidade conseguiu alguns dispositivos móveis para contemplar alguns desses alunos.

“Não são muitos e não vamos conseguir dar a todos (…) o que significa que depois do estado de emergência aqueles que já têm a disciplina validada não terão que repor aulas, mas certamente que haverá estudantes que vão ter de trabalhar no período de férias porque não tiverem acesso ao material”, reconheceu, acentuando que pouco a pouco vão colmatar as dificuldades.

Considerando ainda que nem todos os alunos têm condições para regularizarem, à distância, a sua situação académica, informou que a instituição autorizou a matrícula condicional a todos estudantes da Uni-CV, “sem excepção”.

Judite Nascimento informou ainda que os serviços universitários estão a funcionar 100 por cento  à distância, a direcção têm-se reunido normalmente para balanços e que as unidades orgânicas têm estado a acompanhar o evoluir das aulas e a registar a participação dos estudantes e dos professores.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,17 abr 2020 8:48

Editado porSara Almeida  em  30 out 2020 23:20

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.