Fim do Estado de Emergência não abre praias

PorAndre Amaral,27 abr 2020 10:31

Voltar à praia depois de todos estes dias de confinamento ainda não é uma possibilidade. Instituto Marítimo e Portuário anunciou que as praias vão continuar encerradas nas ilhas onde o Estado de Emergência foi levantado.

Sal, Maio, Fogo, Brava, Santo Antão e São Nicolau, por não terem registado, até agora, casos de COVID-19, terminaram às 24h00 de domingo o período de Estado de Emergência que tinha sido decretado pelo Presidente da República.

No entanto, num comunicado, o Instituto Marítimo e Portuário anuncia que a interdição da "frequência das praias balneares do país" se vai manter.

A medida, diz o IMP, tem como objectivo conter a "propagação da pandemia". Por isso, recorda aquela instituição, "todas as praias nacionais estão interditadas a actividades  desportivas ou de lazer, que impliquem aglomerados de pessoas".

"O IMP, informa a toda população que no âmbito das restrições anunciadas pelo Governo para o pós Estado de Emergência, e no sentido de reforçar o distanciamento social, mantém-se a interdição de frequência das praias balneares de todo o país", avisa o instituto que destaca que a "autorização para frequência das praias balneares será concedida logo que as condições de segurança permitirem".

"Recorde-se que o fim do Estado de Emergência não significa o fim do COVID-19 e nem o fim das possibilidades de contágio e infecção", conclui o IMP.

O encerramento das praias foi uma das primeiras medidas de combate à expansão do COVID-19 a ser anunciada. O IMP interditou as zonas balneares a 20 de Março e vem agora anunciar que a interdição se mantém até que novas medidas sejam anunciadas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,27 abr 2020 10:31

Editado porSara Almeida  em  20 out 2020 23:20

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.