IMP abre todas as praias de Santiago

PorAndre Amaral,3 set 2020 14:00

Decisão foi anunciada hoje ao final da manhã pelo Instituto Marítimo Portuário (IMP). A partir de dia 7 todas as praias de Santiago podem ser frequentadas entre as 6 e as 10 da manhã.

Segundo o IMP a decisão surge na sequência das medidas anunciadas ontem pelo governo que prorrogou o estado de calamidade nas ilhas de Santiago e Sal e o alargou à ilha do Fogo.

Assim, segundo o IMP todas as praias de Santiago passam a poder ser frequentadas pelos banhistas no período entre as 6 e as 10 da manhã, à semelhança do que até agora acontecia no Sal.

Mas as alterações não se ficam por aqui. Segundo o comunicado do IMP as praias do Fogo, até agora sem restrições de utilização, passam a ter o mesmo horário de funcionamento e no Sal são abertas ao banhistas as praias de Buracona, Igrijinha e Fiura. Já nas praias destinadas à prática de desportos náuticos individuais "mantêm-se as mesmas regras".

Desta forma, a partir da próxima segunda-feira, as praias podem ser utilizadas desde que os banhistas cumpram as regras estabelecidas pelo IMP como o distanciamento de "no mínimo 2 metros, etiqueta respiratória" e que se evitem aglomerações. O IMP apela ainda a que não se utilizem as praias fora do horário estabelecido "em que não haja serviço de segurança balnear" e também que se evite a "frequência de zonas marítimas balneares consideradas perigosas e impróprias para banhos".

De recordar que o encerramento das praias balneares em Santiago, numa primeira fase, e depois a limitação das actividades balneares no Sal ao horário entre as 6h00 as 10h00,  foi uma das medidas adoptadas pelo governo como forma de combater a transmissão dos SARS CoV-2 causadora do COVID-19.

Veja a lista de praias que voltam a estar abertas ao público:

image

image

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,3 set 2020 14:00

Editado porSara Almeida  em  11 jun 2021 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.