Sintap pede resolução de pendentes dos trabalhadores de apoio operacional do Ministério da Educação em São Vicente

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,11 dez 2020 13:54

​O secretário permanente do Sindicato da Administração Pública (Sintap), denuncia a alegada “discriminação e desprezo” dos trabalhadores de apoio operacional das escolas secundárias de São Vicente .

Em causa, a não resolução de pendentes relacionados com a implementação do PCCS, desde 2013, situação que afecta cerca de 50 trabalhadores das escolas secundárias Jorge Barbosa, Ludjero Lima, José Augusto Pinto e Escola Técnica.

Denúncia feita hoje, em conferência de imprensa, por Luís Fortes, secretário permanente da Sintap.

“O pessoal de apoio operacional das referidas escolas aguarda a resolução das pendências, relativamente a promoções que não foram efectivadas. Assim como as pendências dos professores vão sendo resolvidas, as do pessoal operacional deveriam ser também atendidas. O ministério tem este conhecimento, foi feita uma lista nominal dos casos, contudo, não tem dado resposta. Há uma injustiça tremenda”, afirma o sindicalista.

Lar Leonel Madeira

O secretário permanente do Sintap denuncia também a situação, que classifica de ”lamentável”, envolvendo os funcionários de apoio operacional do lar estudantil Leonel Madeira.

“Os funcionários de apoio operacional do lar estudantil, com 10, 15 e 20 anos na instituição, têm uma situação de estagnação laboral e um vínculo laboral indefinido, apesar da existência de um PCCS aprovado em 2015. Há ainda uma situação de dupla inscrição no sistema do INPS que a própria FICASE não sabe explicar. Até hoje, os funcionários não auferiram do aumento salarial dado pelo governo para os funcionários do quadro comum”, crítica.

Segundo Luís Fortes, são onze os trabalhadores afectos ao lar estudantil que reivindicam uma melhoria da sua situação e a resolução de pendentes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,11 dez 2020 13:54

Editado porAndre Amaral  em  17 jan 2021 23:20

pub.
pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.