COVID-19: Director Nacional de Saúde responsabiliza população pelo aumento de casos

PorAndre Amaral,11 jan 2021 18:09

Autoridades de saúde registaram, hoje, um óbito e 41 casos positivos de COVID-19. Vítima mortal é um homem de 51 anos residente em São Vicente.

São Vicente é actualmente o ponto mais preocupante no mapa da COVID-19.

Segundo os dados divulgados hoje pelo Director Nacional de Saúde, aquele concelho regista "374 casos de COVID-19 por 100 mil habitantes" quando, na semana passada, esse valor era de 131 casos por 100 mil habitantes explicou Jorge Barreto, esta segunda-feira, em conferência de imprensa.

Questionado sobre o apelo feito hoje, pelo delegado de saúde de São Vicente, para que seja declarado o estado de calamidade na ilha, Jorge Barreto respondeu que essa é uma decisão que cabe ao governo.

"São Vicente tem, realmente, apresentado uma situação bastante preocupante. Sobretudo nesta última semana em que teve 208 novos casos. Pensamos que é um reflexo daquilo que aconteceu durante o Natal e o fim do ano. As condições estão a ser analisadas, mas esta decisão deve ser tomada a níveis superiores. Está a ser analisada no sentido de ver se se justifica ou não", explicou Jorge Barreto.

Mas mesmo a nível nacional as autoridades registaram um aumento da incidência da COVID-19. "Na semana passada tínhamos uma taxa de incidência acumulada, a nível nacional, de 63 casos por 100 mil habitantes e hoje, com os dados que temos disponíveis, está em 127 por 100 mil habitantes", disse o Director Nacional de Saúde.

"O que se constata é que apesar dos apelos, feitos com muita antecedência, à população no sentido de observarem as medidas de segurança, para evitarem aglomerações e do apelo para que o Natal e fim de ano fossem diferentes, no sentido de não haver festejos, infelizmente podemos ver que uma parte da população não cumpriu e isso tem repercussões", apontou Jorge Barreto.

Além de São Vicente, também em Santiago se registou um aumento do número de casos por 100 mil habitantes o que levou a que a ilha entre, de novo, "nos critérios de obrigatoriedade para a realização de testes", ou seja, os passageiros que queiram viajar de Santiago para as ilhas Brava, Sal, Boa Vista e São Nicolau "terão de fazer testes".

Quanto aos números relativos a novos casos, o Boletim Epidemiológico de hoje regista um óbito, em São Vicente, e 41 casos novos. As novas infecções fora registadas na Praia (3), São Domingos (1), São Miguel (3), Mosteiros (7), Ribeira Grande de Santo Antão (2), Porto Novo (2), São Vicente (17) e Maio (6).

Assim, com esta actualização, Cabo Verde passa a contar com 520 casos activos, 11.793 casos recuperados, 115 óbitos, 3 óbitos por outras causas e 2 transferidos, perfazendo um total de 12.433 casos positivos acumulados.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,11 jan 2021 18:09

Editado porAndre Amaral  em  15 jan 2021 19:19

pub.
pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.