Presidente da República pede mais investimento na valorização dos docentes

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,23 abr 2022 21:39

O Presidente da República defendeu este sábado que se deve “investir mais na valorização dos docentes e atender às suas demandas, na medida do possível, pois ainda “lidam com vários desafios e constrangimentos” que afectam “o seu bom desempenho”.

Através de uma mensagem publicada na página da Presidência da República no Facebook, José Maria Neves felicitou a todos os professores cabo-verdianos, pelo seu “abnegado e meritório trabalho de formar várias gerações de cabo-verdianos”.

Segundo o Presidente da República, em Cabo Verde, a educação sempre foi um “trampolim para a ascensão social, para vencer a pobreza, escapar da marginalização social e da dependência económica e assim deverá continuar no futuro”.

Pelo que defendeu, também, que é preciso resgatar o prestígio do professor, como já foi no passado, em que a profissão era sinónimo de autoridade moral e ética, e exercida como missão e vocação, não sendo encarada como um emprego”.

O Chefe de Estado lembrou que a pandemia da covid-19 mudou o mundo e que poucas profissões sofreram tanto impacto como a de professor, com as aulas suspensas, os recreios das escolas vazios e a socialização interrompida.

“Os professores tiveram que se reinventar e se superar para enfrentar uma realidade completamente nova, tendo, por exemplo, de ministrar aulas à distância, enfrentando diversas dificuldades. Felizmente a normalidade tem regressado, paulatinamente, com a redução dos casos da covid-19, ficando muitas lições dessa experiência que deverão servir de guia para decisões futuras”, enalteceu.

No entanto, acrescentou, os professores actuais, e à semelhança de outras profissões, terão necessidade de uma actualização constante, de continuar a aprender, com espírito aberto para novos métodos e inovações. Isto porque, explicou, o aluno de hoje tem acesso a uma enorme quantidade de informação e precisa ser melhor orientado.

José Maria Neves defendeu ainda que estes devem “despertar e manter nos estudantes a magia inerente à aprendizagem e ter sempre presente a máxima de Nelson Mandela de que “a educação é a arma mais poderosa para mudar o mundo”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,23 abr 2022 21:39

Editado porAntónio Monteiro  em  11 ago 2022 23:28

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.