«Dados sobre desemprego não correspondem à realidade» - UCID

PorLourdes Fortes,5 abr 2018 11:59

António Monteio
António Monteio(Rádio Morabeza)

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática afirma que os dados sobre o desemprego, apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística, não correspondem à realidade do país, uma vez que os critérios usados não fazem sentido, no contexto nacional.

Segundo o INE, a taxa de desemprego caiu de 15%, em 2016, para 12,2%, em 2017.

Em conferência de imprensa, hoje, na sede do partido, em São Vicente, e numa reacção aos dados apresentados terça-feira, pelo INE, o presidente do partido, António Monteiro disse que os critérios utilizados não abonam a favor da verdade dos números.

“Não se pode admitir que um país como Cabo Verde, em que não há um instituto de emprego que tenha a capacidade de receber todos os cabo-verdianos que estão à procura de emprego, não há um subsidio de desemprego e, por isso, as pessoas não procuram o IEFP para se inscreverem, termos os mesmos critérios da Europa ou de outros países. Significa dizer que nós estamos a adulterar a existência do desemprego em Cabo verde e estamos a dar dados que não correspondem à realidade”, sublinhou.

A UCID pede a revisão dos critérios que analisam a taxa de desemprego, para acabar com aquilo que chama de "adulteração". 

PIB

António Monteiro analisou também os dados de crescimento da economia nacional em 2017.

Os dados provisórios do INE apontam para um aumento do PIB na ordem dos 3,9%, muito aquém da estimativa do Governo, que esperava um crescimento de 5,5%. Perante esta discrepância, o dirigente partidário e deputado fala de um governo que faz previsões longe da realidade e lembra a promessa de crescimento anual de 7%.

“Se tivéssemos um crescimento de 7%, provavelmente poderíamos sustentar esse decréscimo do desemprego. Os dados que temos do INE, relativamente ao crescimento económico, são de 3,9 por cento. Isto está aquém daquilo que diz o governo e nós não tivemos a capacidade de, realmente, fazer a economia crescer” reitera.

Para o presidente da UCID, “o país não está a produzir dentro das suas capacidades”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes,5 abr 2018 11:59

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  24 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.