Binter suspende vendas a partir de 28 de Outubro

​PAICV defende o reforço da oposição a nível local

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,22 abr 2018 15:50

Janira Hopffer Almada
Janira Hopffer Almada

A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, apelou hoje, em São Filipe, ao reforço do papel da oposição a nível local, ao presidir a primeira assembleia regional para eleição de alguns órgãos da Comissão Politica Regional.

A líder do Partido Africano da Independência de Cabo Verde disse que o foco deve ser a sociedade civil, no sentido de dar atenção às expectativas das populações, mas também é necessário “muito trabalho” para apoiar os cabo-verdianos nas reivindicações que têm sido feitas, e denunciar tudo aquilo que não está a correr bem.

“A perspectiva é reforçar o papel da oposição a nível local”, disse Janira Hopffer Almada, indicando que se tem assistido a “várias acções e muitos sinais” que demonstram que “não tem havido uma visão dos municípios no planeamento local”, que, segundo a mesma, acaba por “constranger” todo o processo de desenvolvimento do país.

Como exemplos apontou a política que se tem utilizado para loteamento de terrenos, observando que em todas as câmaras municipais há “intransparência” no loteamento dos terrenos, e em várias câmaras há denúncias no que tange a gestão da orla marítima, mas entretanto não se conhece a política municipal de habitação.

Para a presidente do PAICV, construir e entregar duas ou três casas é importante, mas não pode substituir a política municipal de habitação, que é um “sector fundamental” para as populações.

Janira Hopffer Almada anotou que é preciso que o partido esteja “mais atento” para que possa ser “melhor voz do povo”, e é nessa perspectiva que se está a trabalhar.

Apesar de reconhecer de que se tem estado a reforçar o papel da oposição, admite que é preciso fazer uma “longa caminhada” e para isso é preciso “vontade, empenho e, sobretudo, muito trabalho, dedicação e muita sintonia” com as populações.

A líder do maior partido da oposição disse que 2017 foi o ano de reorganização das estruturas partidárias e já se fez a renovação em nove regiões políticas, faltando a ilha Brava, que será nos próximos meses. Hopffer Almada disse que já se renovou quase todos os sectores, a federação nacional das mulheres, da JPAI, indicando que o processo de reorganização e redinamização está em curso.

“O importante não é o atraso mas sim o facto de agora estarmos a ganhar outra dinâmica, que é mais benéfico para a ilha, porque quanto mais forte for a oposição seguramente será a governação”, disse.

A assembleia regional serviu para eleição da Comissão Regional de Jurisdição e Fiscalização e o Secretariado Permanente da CPR, órgãos que não foram eleitos durante o processo da eleição directa do presidente da Comissão Politica Regional, e de outros órgãos, que ocorreu no passado mês de Janeiro.

Depois de presidir a assembleia regional da Comissão Politica Regional, a presidente do PAICV deslocou-se à zona sul para um encontro com horticultores e criadores de gado, onde o problema de água para rega persiste, para auscultar as suas preocupações relacionadas com esta questão e sobre a implementação do plano para mitigação dos impactos do mau ano agrícola.

Na segunda-feira, 23, Janira Hopffer Almada efectua uma deslocação aos Mosteiros para, no período da tarde, visitar a localidade de Chã das Caldeiras, onde tem programado um encontro com a população para se inteirar da resolução dos problemas dessa comunidade.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,22 abr 2018 15:50

Editado porFretson Rocha  em  25 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.