“Cabo Verde precisa de uma Lei de Paridade" - Jorge Santos

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,1 ago 2018 8:27

Jorge Santos
Jorge Santos(Inforpress)

​O presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, considera que a proposta de Lei da Paridade é uma conquista da sociedade cabo-verdiana que merece ser reconhecida.

Jorge Santos falava terça-feira na apresentação dos consultores e membros das comissões que constituem a equipa que irá trabalhar na elaboração da Proposta da Lei de Paridade.

“Cabo Verde precisa de uma Lei de Paridade", disse.

No seu discurso, o presidente da Casa Parlamentar lembrou que todos os cidadãos cabo-verdianos são iguais perante a lei, não podendo ser privilegiados ou descriminados por razão de sexo, afirmando que se trata de um principio já existente, mas que necessita de ser implementado.

“A mulher cabo-verdiana sempre teve um papel fundamental e central em todas as fases da história do país, pelo que na actualidade devemos ponderar sobre qual o papel que têm tido na evolução da sociedade cabo-verdiana”, concluiu.

No que se refere à participação politica e liderança, a mulher representa 23,6% dos parlamentares nacionais, 25% do governo, 27% a nível de vereadoras nas câmaras e 29,4% de Mulheres eleitas nas Assembleias Municipais.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,1 ago 2018 8:27

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  15 nov 2018 3:23

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.