Presidente do PAICV pede anulação do concurso para transporte marítimo inter-ilhas

PorLourdes Fortes,6 nov 2018 16:20

1

Janira Hopffer Almada
Janira Hopffer Almada(Rádio Morabeza)

A presidente do PAICV pede a anulação do concurso público internacional para a gestão e exploração do serviço público de transporte marítimo de passageiros e carga entre as ilhas de Cabo Verde, cujo vencedor entretanto já foi anunciado.

Janira Hopffer Almada falava aos jornalistas hoje em São Vicente, à margem de um encontro com a Associação dos Armadores da Marinha Mercante .

A presidente do PAICV justifica a posição com alegadas irregularidades no decorrer do processo, bem como o risco de extinção da classe nacional.

“Mais vale corrigir um processo que foi mal iniciado do que ir com o erro até a final para os danos serem maiores, depois. Penso que ainda é tempo do governo emendar a mão, arrepiar caminho, corrigir o processo e dotar o país da solução que efectivamente precisa” afirma.

O grupo português Transinsular venceu o concurso público internacional.

Segundo o Governo, os armadores nacionais podem participar no capital da futura concessionária em 25%, com dispersão via Bolsa de Valores.

A líder do PAICV afirma que esta medida não é razoável, nem aceitável.

“E não é realista. Porquê? Nós estamos a falar de pelo menos catorze (14) companhias, cada uma não vai ficar nem com 2% e o governo diz apenas parte da verdade. O governo diz que garante 25% [do capital social da empresa concessionária] aos armadores nacionais mas não diz que as companhias terão de entrar com um milhão de euros. Isso não é realista para o nosso país. É uma forma de excluir os armadores nacionais sob a capa de um concurso que tem tudo menos transparente”, sublinha.

O concurso de concessão dos transportes marítimos foi lançado a 30 de Janeiro deste ano.

O vencedor foi anunciado em Outubro, e as negociações contratuais entre o governo e a Transinsular, empresa vencedora, deverão estar já a decorrer.

Quanto ao modelo escolhido, o Governo garante uma concessão única de serviço público de transportes marítimos inter-ilhas (passageiros e carga) que será contratualizada e subsidiada até chegar ao ponto de equilíbrio operacional.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes,6 nov 2018 16:20

Editado pormaria Fortes  em  16 nov 2018 6:19

1

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.