Para Janira situação do desemprego "não é normal e nem compreensível"

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,26 jul 2019 12:41

PAICV  reunido com UNTC-CS
PAICV reunido com UNTC-CS(Rádio Morabeza)

Em Cabo Verde há uma situação de precariedade laboral. Quem o diz é a presidente do PAICV, em declarações proferidas à saída da visita efectuada esta manhã à União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde - Central Sindical (UNTC-CS).

Janira Hopffer Almada recorda que o governo prometeu uma actualização salarial anual, mas que até agora apenas deu uma actualização de 2.2%, no último orçamento.

"Apenas para 8%, dos funcionários públicos. Mas também é preciso dizer que estamos num país em que a taxa de desemprego é de 12. 2%, quando se propala que o país esta a crescer a 5%. Veja que quando o país estava a crescer 1%, a taxa de desemprego ficou em 12.4%. Não é normal e nem compreensível que o país esteja a crescer cinco vezes mais, como tem sido propalado pelo governo, e isso se reflecte no desemprego apenas uma redução de 0.2%, com a agravante de termos mais 15 mil pessoas desempregadas em Cabo Verde, nos últimos dois anos ", avança.

A presidente do maior partido da oposição refere que o governo tem massificado os estágios profissionais, com contornos que devem ser esclarecidos.

"Primeiramente, qual é a real remuneração dos estagiários? E estou a perguntar isso porque muitos jovens já começam a denunciar o facto de os estágios que estão a fazer não estarem a ser remunerados. Em segundo lugar, qual o tempo de duração dos estágios? Porque o estágio não pode ser ad eternum. Terminado o período de estágio, qual é a perspectiva para estes jovens?" questiona.

A visita da presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, à UNTC-CS enquadra-se no âmbito da preparação para o debate sobre o Estado da Nação.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,26 jul 2019 12:41

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 set 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.