Primeiro-Ministro explica que retoma dos voos da TACV para São Vicente não dependente de decisão política

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,5 dez 2018 14:37

6

Ulisses Correia e Silva
Ulisses Correia e Silva(Facebook do Primeiro-Ministro)

​O primeiro-ministro disse hoje que a retoma dos voos internacionais a partir de São Vicente, à semelhança do que já acontece na Cidade da Praia, não é uma decisão administrativa ou política do Governo.

Ulisses Correia e Silva, que falava aos jornalistas depois de testemunhar o início da maratona “Uma hora de código” disse que é do interesse do executivo que Cabo Verde possa ter, de facto, uma “boa interligação aérea” a partir das diversas ilhas, mas indicou que as linhas serão definidas de acordo com a viabilidade comercial.

“Nós vamos privatizar a TACV e as linhas aéreas serão definidas de acordo com o interesse de viabilidade comercial. Não posso antecipar. É do nosso interesse que Cabo Verde possa ter de facto uma boa interligação área a partir das diversas ilhas. Portanto, esta não é uma decisão administrativa ou política do Governo”, disse.

“Nos temos que garantir que aquilo que são as rotas aéreas tenham sustentabilidade, tenham capacidade financeira e creio que a companhia estará interessada, desde haja fluxo que compense os investimentos que são feitos para que voos se realizem”, acrescentou.

O presidente da Câmara Municipal de São Vicente, os operadores económicos e os cidadãos de São Vicente, bem como os partidos políticos, vêm exigindo a realização de voos internacional a partir do aeroporto Cesária Évora, no Mindelo, tal como acontecia até Setembro de 2017.

Para exigir a reposição das ligações directas da TACV (Cabo Verde Airlines) entre São Vicente e o estrangeiro, o movimento Sokols 2017 organiza uma manifestação, no dia 16 de Dezembro, no Aeroporto Internacional Cesária Évora.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,5 dez 2018 14:37

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  10 dez 2018 3:22

6

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.