​Presidente do PAICV considera "gravíssimas" declarações de Ulisses sobre voos da TACV para São Vicente

"Gravíssimas". É desta forma que a presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada classifica as declarações do Primeiro-Ministro que, na passada quarta-feira, 5, disse que a retoma dos voos internacionais a partir de São Vicente, à semelhança do que já acontece na Cidade da Praia, não é uma decisão administrativa ou política do Governo.

Num post publicado ontem, na sua página pessoa na rede social Facebook, a líder do maior partido da oposição considera que Ulisses Correia e Silva ainda não compreendeu que para o desenvolvimento de um país, como Cabo Verde, formado por ilhas, a coesão territorial é fundamental, pelo que a garantia de mobilidade e circulação das pessoas e das cargas não pode ser definida, apenas, pelo mercado.

“Há necessidade de garantir coesão territorial! Quem é que pode acreditar que um país como Cabo Verde terá condições de se desenvolver se nem as ligações entre as ilhas e das ilhas com o mundo constituem prioridade para o Governo?”, questiona.

“É inadmissível que um Governo escolhido, pelo Povo, para governar, se recuse a governar, para esse mesmo povo, e, ignorando o país, se demite completamente das suas responsabilidades!”, entende.

A realização de voos internacional a partir do aeroporto Cesária Évora, no Mindelo, tal como acontecia até Setembro de 2017, tem sido uma exigência dos cidadãos, operadores económicos, do presidente da Câmara Municipal de São Vicente e dos partidos políticos. Também o Movimento Sokols 2017 exige a reposição das ligações directas da TACV (Cabo Verde Airlines) entre São Vicente e o estrangeiro. Neste sentido, organiza uma manifestação, no dia 16 de Dezembro, no Aeroporto Internacional Cesária Évora. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Rádio Morabeza,7 dez 2018 8:31

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 dez 2018 21:19

1

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.