MpD quer dinamização a economia da ilha do Fogo

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,6 out 2019 10:16

2

O presidente do Movimento para a Democracia, Ulisses Correia e Silva disse que estão a apostar em dinamizar a economia da ilha do Fogo.

Ulisses Correia e Silva anunciou que no horizonte 2017/21 o governo vai investir cerca de um milhão de contos na requalificação urbana e ambiental nos três municípios da ilha, para tornar as cidades e localidades em lugares atractivos para viver e para investir.

O presidente do MpD, que presidiu no sábado, na cidade de São Filipe, à abertura do ano político, anunciou alguns projectos que poderão ser implementados nos próximos anos nos mais variados sectores de actividade.

Correia e Silva indicou que neste momento o seu Governo está a estudar o projecto de asfaltagem da estrada que lida o aeródromo de São Filipe ao porto de Vale dos Cavaleiros, passando pelo bairro de III Congresso, e a continuidade de investimentos em Chã das Caldeiras.

Conforme o Correia e Silva, o Governo já investiu na construção da adega provisória, do jardim-de-infância e complexo educativo, centro de saúde, cujo projecto deve iniciar-se brevemente, a harmonização das fachadas das casas, a melhoria das condições sanitárias, energias renováveis, rede de água e electricidade, estrada Cova Tina/Bangaeira (concluída) e Bangaeira/Piorno/Campanas de Cima (em construção) e novo assentamento.

“Falo de Chã das Caldeiras porque é um compromisso forte que assumimos em 2016 para transformar Chã das Caldeiras. Houve gente com pressa, mas hoje os resultados são visíveis, e até 2021 Chã das Caldeiras vai ser totalmente diferente para valorizar a economia do Fogo e ter maiores condições de investimentos de turismo, produção, qualificação”, apontou.

No sector energético, disse que até 2025, a ilha atingirá 47 por cento de penetração das energias renováveis e que investimentos estão em curso e vão ter impacto positivo na redução das tarifas, a melhoria no abastecimento de água para agricultura é uma realidade, há mais investimento na saúde, inclusão social, desportos.

O presidente do MpD anunciou que ainda no decurso deste mês de Outubro, o hospital regional, que já conta com três obstetras, vai passar a contar com mais dois cirurgiões residentes e mais oito enfermeiros nos próximos meses, indicando que está previsto mais um médico para o centro de saúde dos Mosteiros, de entre outros.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,6 out 2019 10:16

Editado porDulcina Mendes  em  8 dez 2019 23:21

2

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.