Autárquicas 2020: Recenseamento eleitoral suspenso a partir de hoje

PorInforpress,21 ago 2020 8:14

O recenseamento de eleitores para as autárquicas de 25 de Outubro em Cabo Verde fica suspenso a partir das zero horas de hoje, 65 dias antes do sufrágio, de acordo com o calendário eleitoral.

Segundo informações divulgadas no passado dia 11, pelo vice-presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Amadeu Barbosa, a partir do dia 25 de Setembro, ou seja, 30 dias antes das eleições, não é permitida a alteração do caderno de recenseamento.

A publicação dos mapas com os resultados globais de recenseamento deve acontecer até 03 de Outubro, nas sedes das Comissões de Recenseamento Eleitoral, para efeitos de consultas.

A campanha eleitoral começa no dia 08 do mesmo mês e as candidaturas devem ser apresentadas até 15 Setembro, conforme o calendário eleitoral divulgado pela CNE.

De acordo com o documento, os partidos, as coligações ou grupo de cidadãos, têm entre 05 e 15 de Setembro para apresentarem as suas candidaturas junto dos tribunais de comarca dos respectivos círculos eleitorais.

Apresentadas as candidaturas, o sorteio das listas admitidas pelos magistrados judiciais para efeitos de atribuição da ordem nos boletins de voto acontece no dia 25 de Setembro.

Contudo, o vice-presidente da CNE esclarece que os presidentes das câmaras municipais em exercício de funções e que vão concorrer à sua própria sucessão têm de suspender as funções imediatamente após a apresentação formal da respectiva candidatura.

De acordo com o calendário, publicado no Boletim Oficial, desde 07 de Agosto está proibida a propaganda política feita directa ou indirectamente através de qualquer meio de publicidade comercial paga ou gratuita, seja qual for o suporte de meio de comunicação utilizado para efeito.

A partir de 26 de Agosto, ou seja 60 dias antes das eleições, ficam igualmente proibidas as cerimónias públicas de lançamento de primeiras pedras e inaugurações e a aprovação ou concessão de subvenções, donativos, patrocínios e contribuições, a particulares como forma de garantir o princípio da neutralidade e a imparcialidade das entidades públicas.

Sobre as formas de realização das acções de campanha, tendo em conta a situação de covid-19 que está a ser vivida no país, o responsável adiantou que a CNE está a estabelecer os contactos necessários com a Direcção Nacional de Saúde e outros intervenientes para programarem e definirem quais as balizas a serem respeitadas durante a campanha eleitoral.

Amadeu Barbosa confirmou que em termos logísticos passos já foram dados e garantiu que a entidade que organiza as eleições em Cabo Verde já tem disponível a verba necessária para realização das actividades eleitorais.

De acordo com vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, são 300 mil contos inscritos no orçamento rectificativo para ano de 2020 e que estão disponíveis para garantir que o processo decorra na normalidade.

As últimas eleições autárquicas, as sétimas realizadas em Cabo Verde para escolha dos titulares dos órgãos municipais, aconteceram no dia 04 de Setembro de 2016.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress,21 ago 2020 8:14

Editado porSara Almeida  em  18 set 2020 21:19

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.