OE2023 dá prioridade às pessoas, diz o MpD

O MpD defendeu, hoje, que o Orçamento de Estado para o ano de 2023 (OE2023) reforça a convicção de que as pessoas devem estar no centro das prioridades, protege as famílias e apoia as empresas como principais agentes de geração de riqueza.

Em conferência de imprensa, na Cidade da Praia, o secretário-geral do MpD , Luís Carlos Silva, sublinhou que o OE2023 comprova o esforço do Governo para proteger as pessoas com maior exposição à pobreza, canalizando 43,5% do orçamento para o pilar social.

“Como vem acontecendo nos últimos orçamentos, o Governo tem aumentado, de ano para ano, o esforço financeiro para o sector social, tendo construído o maior estado social da história de Cabo Verde e, para 2023, vai aumentar ainda mais. Como medidas podemos destacar o aumento do salário mínimo nacional de 13 mil para 14 mil escudos. Aumento dos salários para administração pública e para os pensionistas”, indicou. 

Além da progressão salarial, o secretário-geral do MpD destaca que no OE2023 são reservados 250 mil contos para a resolução de pendentes laborais, mais concretamente em termos de regularizações e progressões na carreira e reduzir a extrema pobreza. 

Luís Carlos Silva apontou igualmente que a taxa de turismo vai ser aumentada em 50 cêntimos, valor que vai ser canalizado para o 'Programa Mais'.

“A Saúde é um dos sectores que, também na linha do que vem acontecendo nos orçamentos anteriores, merece destaque, com um crescimento de 25% no Orçamento. Vão ser construídos novos centros de saúde. Vai haver reforço de equipamentos e capacidades. Os hospitais centrais receberam novas especialidades. Este Orçamento do Estado lança as bases para construção do Hospital Central de Cabo Verde. Uma outra nota de destaque será a aquisição de um avião para, de entre outras funções, garantir as evacuações, um problema estrutural que se tem mantido ao longo dos anos”, acrescentou.

O Secretário Geral do MpD aponta o sector dos transportes como foco prioritários no Orçamento do próximo ano.

“Vamos voltar à agenda pré-pandemia: hub do atlântico, como centro de distribuição de passageiros e a preparação da privatização da Cabo Verde Airlines . Temos também a retoma em força do Programa de Requalificação, Reabilitação e Acessibilidade (PRRA ), com sinais já de um suporte forte do Banco Mundial que, certamente, terá impacto nos municípios, cidades e localidades”, avançou.

O secretário-geral do MpD destacou ainda o sector da agricultura e avançou que estão projectados investimentos para a produção de água para agricultura através da dessalinização.

“Em suma, temos um Orçamento que reforça a convicção de que as pessoas devem estar no centro das prioridades, que protege as famílias, como foco nos mais vulneráveis e apoia as empresas como principais agentes de geração de riqueza, tudo com vista à construção de mais resiliência e do desenvolvimento sustentável”, defendeu.

A proposta de OE2023 é de cerca de 77 milhões de contos e Governo pretende que seja um instrumento que dará continuidade às medidas de recuperação económica do País, priorizando o desenvolvimento social e o rendimento das famílias.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Edisângela Tavares (Estagiária),7 out 2022 14:18

Editado porAndre Amaral  em  28 nov 2022 23:28

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.