SevenAir Academy certificada pela AAC

PorExpresso das Ilhas,5 fev 2019 11:35

Desde que chegou a Cabo Verde, em Setembro do ano passado, para operar o avião que efectua evacuações médicas, que a SevenAir tinha anunciado a intenção de explorar outras vertentes do mercado aéreo nacional.

A Agência de Aviação Civil (AAC) certificou a SevenAir Academy, instituição de formação de pilotos e técnicos de manutenção aeronáutica daquele grupo português de aviação.

Com esta certificação, está dado o passo final necessário para a abertura daquela escola de formação que irá funcionar na Praia numa segunda fase do projecto. Para já, as formações continuarão a ser feitas em Portugal. Ali serão formados, numa fase inicial, pilotos, estando a SevenAir à espera de ver certificadas as formações de técnicos de manutenção ou a própria manutenção de aeronaves. 

“A nossa perspectiva é de longo prazo. Queremos estabelecer uma relação permanente e duradoura em Cabo Verde e queremos acreditar, ainda sem ter planos para expansão, que esta parceria pode ser o início de uma nova de expansão da empresa para um mercado que muito nos interessa”, disse, em Julho do ano passado, ao Expresso das Ilhas, Alexandre Alves, Director da Sevenair.

“O nosso compromisso é evidente quando temos previsto formar e certificar pilotos e técnicos de manutenção aeronáutica, apostando de forma muito clara na capacitação destes profissionais de Cabo Verde e na transferência de conhecimento”, reforçou aquele responsável respondendo à questão de uma possível interesse da companhia entrar no mercado nacional.

Mercado interilhas?

A companhia aérea portuguesa não quer limitar a sua presença no mercado nacional ao transporte de doentes e não exclui mesmo a hipótese de vir a operar voos domésticos.

Ao Expresso das Ilhas e Rádio Morabeza, fonte da Sevenair garantia, em Agosto, que Cabo Verde “é um mercado de aposta”. Neste momento, a empresa, que acordou recentemente com o Estado a venda de dois Aviocar, estuda alternativas para alargar o seu negócio no arquipélago.

A fonte contactada pelo Expresso das Ilhas e Rádio Morabeza não fecha mesmo a porta à entrada no negócio dos voos inter-ilhas.

“Caso surja a possibilidade de operar voos inter-ilhas, estaremos obviamente dispostos a analisar essa situação com interesse”, assegura, sem querer, para já, adiantar mais detalhes.

Para a companhia, a operação em Cabo Verde “é desafiante” e merece o foco no que diz respeito ao transporte aéreo.

“Estão reunidas as condições para termos uma operação aérea que funcione para as populações”, acrescenta a fonte, numa referência ao serviço de transporte de doentes que já está a funcionar, através de um Jet Stream 32, que permanecerá baseado na Praia até à chegada dos Aviocar.

Para além de Portugal e Cabo Verde, a SevenAir tem certificações idênticas atribuídas pelas autoridades reguladoras do Reino Unido, Emirados Árabes Unidos e Angola.

Em Portugal a frota que a Sevenair disponibiliza na sua academia é constituída por 18 aeronaves de diferentes tipos e por um simulador de voo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,5 fev 2019 11:35

Editado porAndre Amaral  em  16 out 2019 23:21

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.