Cabo Verde de olhos postos no mercado russo

PorExpresso das Ilhas, Lusa,19 ago 2019 7:42

1

​Cabo Verde está a preparar uma missão à Rússia, para reforçar relações e assinar dois instrumentos de cooperação para a conectividade aérea entre os dois países e atrair mais investimentos e turistas russos ao arquipélago, foi hoje anunciado.

O desafio foi lançado na cidade da Praia, num encontro entre o ministro do Turismo e Transportes e ministro da Economia Marítima, José Gonçalves, e o embaixador da Rússia em Cabo Verde, Vladimir Grigorievich.

Segundo uma nota governamental, durante o encontro foram analisados aspectos específicos da preparação de uma missão promocional do destino turístico de Cabo Verde no mercado russo.

A missão à Rússia será chefiada pelo ministro José Gonçalves e contará com uma importante delegação composta por representantes dos sectores públicos e privados para o turismo e transportes aéreos.

"Na agenda está a assinatura de dois instrumentos de cooperação, tanto para o turismo como o transporte aéreo, tendo em vista a conectividade entre esses dois países, o investimento directo estrangeiro russo no sector do turismo em Cabo Verde e o fluxo de turistas russos para Cabo Verde", adiantou o Governo cabo-verdiano.

Sublinhando que as relações diplomáticas entre Cabo Vede e a Rússia remontam à independência nacional, o executivo cabo-verdiano notou que "actualmente o interesse dos dois países em intensificar as relações é inquestionável", acontecendo numa altura em que se está “a criar as condições para que Cabo Verde se transforme num verdadeiro parceiro estratégico da Rússia".

"A assinatura do Acordo de Isenção Recíproca de Vistos entre os dois países, o acordo de Entrada Simplificada de Navios russos nas Águas/Portos de Cabo Verde e a abertura, em breve, do Consulado Honorário de Cabo Verde em Moscovo são resultados já conseguidos”, salientou a nora, acrescentando que “espelham a vontade em reforçar a cooperação bilateral, que se quer produtiva e profícua".

Para o Governo cabo-verdiano, o encontro entre o ministro e o diplomata russo "é mais um passo para o relançamento da cooperação e uma oportunidade para debater as relações bilaterais nas suas distintas facetas".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,19 ago 2019 7:42

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  12 mai 2020 23:21

1

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.