Presidente quer "visão realista" para São Vicente

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,26 nov 2019 6:44

​O Presidente da República defende a necessidade de uma visão realista das potencialidades de São Vicente no desenvolvimento do país. Já o presidente da Câmara Municipal da ilha ambiciona um planeamento de médio e longo prazos.

Para Jorge Carlos, que discursava esta segunda-feira, em São Vicente, na abertura da 2ª edição do Cabo Verde Ocean Week, esta concepção só será alcançada com a “congregação” de sinergias de todos os sectores da sociedade.

“A ilha dispõe de apreciável potencial para integrar o circuito turístico nacional, detém uma grande tradição na área dos transportes marítimos, para além do seu rico potencial cultural, importantes pilares na estruturação da economia azul. Contudo, necessita-se de uma visão realista para São Vicente, das suas potencialidades e do seu lugar no desenvolvimento do país”, afirma.

“E só uma teia densa de relações entre os poderes públicos, central e local, o sector empresarial, as universidades e a sociedade civil são-vicentina poderá potenciar e congregar a energia e a vontade de vencer, latentes na sociedade”, assegura.

O chefe de Estado destaca a importância da gestão integrada, a interdependência dos diversos sectores, bem como a protecção e a preservação do ecossistema marinho como “condição” para a viabilização da economia marítima e da economia azul.

Na mesma linha segue o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, que defende um planeamento a médio e longo prazos.

“Só se pode tirar partido do mar com uma visão de planeamento estratégico (...) Perante o oceano, o improviso nunca é solução. A ilha necessita desse planeamento e investimento, a médio e longos prazos, no sentido de edificar e sustentar os diversos vectores essências à uma nação marítima”, sublinha.

A criação da Zona Especial de Economia (ZEE) marítima, já aprovada em conselho de ministros, é apontada como a peça chave para o desenvolvimento do sector marítimo em são Vicente. Com a sua implementação José Gonçalves espera a modernização da ilha do "Monte Cara".

“A ilha será modernizada e transformada com o estabelecimento da ZEE. Estas iniciativas todas, em torno do mar, abonam para potenciar a centralidade do nosso mar, aqui no seu epicentro, na ilha de São Vicente”, afirma.

Até 29 de Novembro, a monitorização dos oceanos, políticas para promoção e sustentabilidade ambiental, economia azul, formação e investigação aplicada, desenvolvimento tecnológico serão alguns dos temas em análise, na semana do mar, para além das actividades culturais e recreativas que marcam Cabo Verde Ocean Week.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,26 nov 2019 6:44

Editado porSara Almeida  em  5 dez 2019 15:19

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.