Edição 1015

PorExpresso das Ilhas,12 mai 2021 0:01

No dia em que se comemora o Dia Mundial do Enfermeiro fazemos um retrato do que é exercer esta profissão em tempos de pandemia.

Hoje, 12 de Maio, é considerado o Dia Internacional da Enfermagem — também conhecido como Dia do Mundial do Enfermeiro — uma justa homenagem a classe de trabalhadores dedicada a cuidar da saúde da população. Após mais de um ano de reflexões, desafios e medo de uma doença desconhecida, os enfermeiros tornaram-se também actores principais no combate a esta pandemia. Hoje, vacinados, trabalham com mais segurança e apelam ao contributo da população para ajudar nesta luta.

Também em destaque a entrevista com o PCA da Agência de Regulação Multissectorial da Economia.

Nesta conversa com o Expresso das Ilhas o foco está na regulação do mercado em sectores como as telecomunicações, transportes e combustíveis.

Em tempos de situação de calamidade por causa do crescimento da COVID-19 fomos saber como se faz a fiscalização das restrições que esta situação especial impõe.

As medidas de prevenção da doença foram reforçadas, assim com as acções de sensibilização e fiscalização. Há um reforço das acções, somado a mais de um ano no terreno a agir contra a pandemia, ao mesmo tempo que cada entidade envolvida dá resposta às suas outras competências. Em conversa com o Expresso das Ilhas, Paulo Monteiro, Inspector-Geral da IGAE, fala das acções de fiscalização e desafios deste trabalho contra a covid. O ponto de vista é da IGAE, mas poderia replicar-se a todas as entidades e esforço despendido nesta luta. 

O ano de 2020 ficou marcado pela crise provocada pela pandemia da COVID-19 e o turismo foi um dos sectores mais afectados. Para não ficar parado, algumas agências de viagens da capital mudaram o foco para o turismo entre as ilhas e dentro da própria ilha de Santiago. O lucro pode não ser igual, segundo afirmam, mas é o que tem mantido as empresas activas.

Na cultura falamos com Hermenegildo Carvalho sobre o lançamento do seu mais recente livro.

O livro A Política Orçamental Cabo-Verdiana no Contexto da Crise Financeira e Económica de 2007 lançado recentemente na Praia, com a chancela da portuguesa Editorial Novembro, resulta de um trabalho académico desenvolvido no âmbito do mestrado em Administração Públicas do Instituto Superior de Ciência Sociais e Políticas da ULisboa. Para o autor, a escassez de trabalhos científicos sobre Cabo Verde área da governação em contexto de crise foi uma motivação quase que decisiva para abordar este tema. “Coincidentemente, o livro veio a público num momento em que estamos a viver uma nova crise internacional o que, a meu ver, confere ainda maior actualidade e importância às matérias tratadas nele”, considera Hermenegildo Carvalho.

No interior, a não perder, a opinião João Chantre com 'O planeta em mutação' e de Bruno Spencer com 'Emigração caboverdiana para Senegal, nos anos 60 do século passado, no navio, Nova Alegria'

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,12 mai 2021 0:01

Editado porAndre Amaral  em  15 jun 2021 20:19

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.