Trabalhadores do ministério da Educação no Porto Novo ameaçam com greve

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,6 fev 2018 17:31

Escola Técnica João Varela
Escola Técnica João Varela

Os trabalhadores dos serviços operacionais afectos ao Ministério da Educação, em Porto Novo, Santo Antão, ponderam entrar em greve na primeira quinzena de Março. Em causa, a não inscrição dos referidos funcionários no Instituto Nacional de Previdência Social.

A informação foi avançada hoje, à Rádio Morabeza, pelo secretário não permanente do Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão (SLTSA), Carlos Bartolomeu.

“Temos tentado o diálogo parar tentar resolver esse problema que, entretanto, tem persistido. Estivemos reunidos no dia 31 [de Janeiro], no Porto Novo, onde discutimos alguns aspectos, nomeadamente a possibilidade de agirmos através de outras formas de luta, nomeadamente uma greve”, avisa.

Carlos Bartolomeu diz já ter feedback positivo dos ministérios da Educação e Segurança Social, mas ainda nada foi implementado na prática. Por isso, avisa que a tutela tem até início de Março para resolver os problemas dos funcionários.

“Em concreto, ainda não tivemos nenhuma informação, pelo que, através desse prazo que já demos, mais ou menos na primeira quinzena do mês de Março, possivelmente, esses trabalhadores entrarão em greve”, garante.

São cerca de 20 os trabalhadores da área operacional da Escola Técnica João Varela, Liceu Alto Peixinho e Ciclo Preparatório que estão sem protecção social obrigatória, uma situação que vem desde a legislatura anterior. Carlos Bartolomeu critica os sucessivos governos que, segundo diz, “têm dado maus exemplos” aos privados.

A melhoria salarial, contrato de trabalho e seguro de acidente de trabalho para os guardas são outras reivindicações.

Além da paralisação, em inícios de Março, as duas dezenas de trabalhadores pretendem apresentar uma queixa junto da Provedoria de Justiça.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,6 fev 2018 17:31

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.