Posições extremadas, SINAPOL avança para greve de seis dias

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,16 jul 2018 14:08

Presidente do sindicato da Polícia Nacional, José Barbosa
Presidente do sindicato da Polícia Nacional, José Barbosa(Radio Morabeza)

A Direcção do sindicato da Polícia Nacional (SINAPOL) anuncia nova Greve dos agentes, seguida de manifestação, para os dias 26 a 31 de Julho O anúncio foi feito aos jornalistas por José Barbosa presidente SINAPOL, depois de ter entregue em tribunal um recurso solicitando a anulação da decisão do governo sobre os processos disciplinares instaurados aos agentes da PN, em consequência da sua adesão à greve, nos dias 27, 28 e 29 de Dezembro do ano passado. Os agentes foram punidos com suspensões e não pagamento de salários.

José Barbosa destaca os processos disciplinares instaurados aos agentes da PN como um dos motivos da greve, assim como exigência de redução da carga horaria para 41 horas semanais 

“A Direcção do Sindicato da Polícia Nacional decidiu convocar a greve, seguida de manifestação, mediante pré-aviso de greve, para os dias 26 a 31 de Julho, com vista à resolução e satisfação definitiva das seguintes reivindicações: anulação imediata de todos os processos disciplinares movidos contra os profissionais da polícia que exerceram o seu direito à greve, aquando da última greve da PN; actualização do salário, com efeito a partir do dia 1 de Janeiro de 2019, no valor de 65.945$00, a redução de carga horaria de 41 horas semanais, a partir de 1 de Janeiro de 2019”,avança.

O SINAPOL também exige a aplicação dos subsídios de condição policial e de risco e aplicação do novo modelo de gestão e transparência no serviço social da Polícia Nacional. José Barbosa diz que o governo está a fugir das suas responsabilidades, recorrendo às piores manobras para linchar a Direcção do sindicato da Polícia Nacional e “tentando adiar, mais uma vez, a questão, como se nada lhe tenha sido exigido", afirma. 

O presidente do Sindicato da Polícia Nacional diz que o Sinapol não teve outra saída a não ser partir para a greve.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,16 jul 2018 14:08

Editado porAndre Amaral  em  22 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.