VBG e casamento de menores em discussão na Praia

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,15 mai 2019 14:23

Segundo dados do Censo2010, em Cabo Verde, existem cerca de oitocentas crianças, entre os 12 e os 17 anos, a viver em situação de casamento infantil.

A afirmação é de Cláudia Rodrigues da ONU Mulheres, em declarações aos jornalistas à margem da conferência internacional sobre violência baseada no género, que decorre entre hoje e amanhã na cidade da Praia.

Cláudia Rodrigues diz que há situações de menores que vivem com adultos em situação de união de facto.

"Muitos dizem que não acontecem, mais acontecem também em Cabo Verde, porque nós sabemos que somos uma sociedade em que as pessoas unem-se de facto mais que se casam, e tem alguns dados que apontam que há situações de menores unidos de facto, ou a morar na mesma casa com adultos, e isso é casamento infantil. Para além desses fenómenos temos a situação do tráfico de mulheres. São todas essas informações que vou trazer aqui e vamos debater para reflectirmos sobre a base, o que que causa essas situações? Os dados do Censo de 2010, apontam que haja cerca de oitocentas crianças nessa situação entre os 12 e os 17 anos" explica.

A cerimónia de abertura da conferência internacional sobre violência baseada no género foi presidida pelo Presidente da Republica.

Jorge Carlos Fonseca no seu discurso disse que a chamada violência baseada no género, é um problema que afecta de modo peculiar as famílias, com consequências terríveis a diversos níveis, tanto da integridade física como da saúde mental.

“Não é uma situação particular do nosso país, constituindo uma das mais graves e constantes violações dos direitos humanos a nível mundial. Todavia, ultimamente, tem-se verificado um significativo agravamento desse tipo de violência no país, com situações lamentáveis de crimes violentos que deixam vários menores órfãos e famílias destroçadas. Tem-se também a percepção de uma certa normalização desse tipo de violência nas relações e entre os mais jovens, com o fenómeno de violência no namoro”, avança.

A cerimónia de abertura contou também com a presença da presidente da Associação Cabo-verdiana de Luta Contra Violência Baseada no Género, Vicente Fernandes.

Durante a semana de reflexão sobre VBG, será apresentado seis painéis de debate, nomeadamente, os dados estatísticos, quadro normativo e legislação, Redes interinstitucionais de respostas entre outros

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,15 mai 2019 14:23

Editado porAndre Amaral  em  16 jul 2019 23:22

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.