​Polícia Nacional em São Vicente destaca civismo na quadra festiva

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,3 jan 2020 11:21

Madelino Luz
Madelino Luz(Rádio Morabeza)

A Polícia Nacional em São Vicente deteve 131 indivíduos por crimes diversos, durante a quadra festiva. Do total das detecções, 108 foram para efeitos de identificação e 23 para apresentação presentes ao Ministério Público, anunciou hoje a força policial.

Em causa, crimes como posse de armas brancas e de fogo, ofensa à integridade física, furto e roubo à pessoa, na via pública e em residências, posse de estupefacientes, brigas na via pública e condução ilegal.

De acordo com os dados divulgados hoje pelo Comando Regional da Polícia Nacional de São Vicente, foi registado um total de 126 denúncias de cidadãos vítimas de diversos crimes.

O serviço de emergência 132 recebeu 1042 solicitações “que foram prontamente atendidas e resolvidas pelas equipas no terreno”.

O balanço da “Operação Natal e fim de ano em segurança” foi feito esta manhã pelo Comandante do Destacamento do Corpo de Intervenção e Unidade de Piquete. Madelino Luz fala de uma quadra festiva tranquila.

“Pelos dados apresentados, consideramos que esta quadra festiva decorreu de forma tranquila, reinando o civismo e a colaboração da população. Os casos ora apresentados são rotineiros, sem algo de extraordinário que pudesse manchar o trabalho desenvolvido pelo Comando Regional de São Vicente. Cumprimos os objectivos preconizados no nosso plano de forma satisfatória, pelo que o balanço é positivo”, considera.

No domínio do trânsito, os efectivos da Polícia Nacional registaram 43 acidentes de viação que resultaram em 12 feridos ligeiros e dois com alguma gravidade, para além de danos materiais nos veículos envolvidos. Foram fiscalizadas 715 viaturas, dos quais 18 foram apreendidas por infracções diversas, e aplicadas 37 coimas no valor total de 350 mil escudos. Três pessoas foram detidas por condução ilegal.

Nesta quadra festiva, a força policial apertou o cerco também ao consumo de bebidas alcoólicas na via pública, mas sem situações graves a registar.

“Penso que a população esteve com a polícia. Não quer dizer que não houve consumo de bebidas alcoólicas na via pública. Se houve foi em locais onde não estivemos, ou de forma que não era possível identificar. No dia 31 [de Dezembro] estive no terreno na hora da passagem de ano, e contrariamente aos anos anteriores em que as pessoas desciam para a Rua de Lisboa com as mochilas e com garrafas na mão, este ano registamos um ou outro caso, e que com chamadas de atenção foi prontamente atendido e resolvido”, garante.

Os dados avançados hoje pela Polícia Nacional dizem respeito ao período de 15 de Dezembro até às 8 horas do dia 2 de Janeiro. A operação, que conta com o envolvimento de um total de 235 efectivos pertencentes a todas as unidades operacionais, termina no dia 5.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,3 jan 2020 11:21

Editado porSara Almeida  em  11 ago 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.