Representante da OMS em Cabo Verde destaca papel “fundamental” dos média

PorSheilla Ribeiro,14 fev 2020 6:11

O representante da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Cabo Verde, Hernando Agudelo, destacou esta quinta-feira, o papel fundamental dos média na promoção da saúde e respostas às epidemias.

Hernando Agudelo fez esta consideração, à margem de uma sessão de capacitação sobre o novo coronavírus (COVID-19) para os jornalistas.

Segundo aquele representante, o encontro teve como finalidade dar aos jornalistas uma informação mais precisa sobre o que é o coronavírus, sobre o que está a fazer a OMS a nível mundial, a nível do continente e como a organização está a apoiar Cabo Verde para dar resposta ao COVID-19.

“Encontrar desta maneira também uma colaboração mais estreita entre os media, que são fundamentais para a promoção da saúde, para ilustrar as comunidades na preparação e resposta às epidemias, porque são fundamentais”, afirmou.

Para Hernando Agudelo, a resposta ao novo coronavírus não cabe apenas ao Ministério da Saúde, mas sim a diferentes áreas como o Ministério da Administração Interna, o Ministério da Agricultura, Comunicação Social e outros actores sociais.

“Quero clarificar, não há agora uma emergência, estamos em frente a uma situação de preparação porque há uma emergência de saúde pública de interesse internacional que foi declarada pela OMS, ante a qual se solicita a todos os países que estejam preparados em caso de detectarem no próprio território um caso de coronavírus e que possamos responder da maneira mais rápida, adequada e com todos os meios possíveis para poder evitar o alastramento em todas as fronteiras do país”, garantiu.

Há que agir a nível da logística, a nível da vigilância que conforme disse “é a parte mais fundamental e importante”. Prosseguindo, informou ainda que há disponibilidade de material e equipamentos de protecção para, se eventualmente se confirmar um caso de coronavírus, se poder agir de forma adequada, evitando alastramento.

Hernando Agudelo divulgou ainda que a OMS está a procurar uma maneira de poder assegurar que o laboratório nacional possa fazer também o diagnóstico do COVID-19 localmente e agilizar assim o tratamento das pessoas, caso apareçam casos no país.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,14 fev 2020 6:11

Editado porSara Almeida  em  17 fev 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.