"Em alguns bairros as pessoas continuam a circular como se não houvesse uma situação especial"

PorAndre Amaral,27 abr 2020 19:05

Num dia em que foram registados três casos positivos e nenhum caso suspeito, o Director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças, Jorge Barreto, voltou a apelar a que sejam cumpridas as normas de distanciamento e higiene pessoal.

"De ontem para hoje não tivemos notificação de casos suspeitos e tivemos a notificação de três casos novos de COVID-19", começou por dizer Jorge Barreto.

Este responsável garantiu que estes "são casos, que se apresentam estáveis, não são casos graves", algo que afirmou Jorge Barreto, "nos está a deixar mais tranquilos em relação à situação".

Quanto ao número de pessoas que estão colocadas em quarentena, "temos um total de 441 pessoas". Destas, 305 estão no concelho da Praia, 54 no Tarrafal, 33 em Santa Cruz e Órgãos, São Filipe tem cinco pessoas em quarentena, São Domingos tem 36 "derivadas da investigação do caso positivo que foi identificado". Em São Vicente há sette pessoas em regime de quarentena e em São Nicolau uma pessoa.

"Uma das pessoas que estava internada na Boa Vista teve alta, o que é uma informação positiva", relatou Jorge Barreto.

Quanto aos casos confirmados, o Director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças, referiu que "75% são assintomáticos ou com sintomas muito leves e 25% apresentam sintomas moderados". Já no que respeita às pessoas que estão internadas "temos 53 pessoas internadas na Praia, sete no isolamento do Hospital Agostinho Neto e 46 pessoas num outro espaço de isolamento". Já no Tarrafal há dois casos em isolamento e em São Vicente "continuamos com apenas uma pessoa". Na Boa Vista "estão 52 pessoas internadas".

Jorge Barreto apelou, uma vez mais, "principalmente para a Praia e Boa Vista", para que as "medidas de prevenção como lavagem das mãos, limpeza dos ambientes, o distanciamento social continuem a ser tidas em consideração e reforçadas independentemente dos locais ou concelhos onde os casos estão a ser identificados".

"Temos visto que em alguns bairros as pessoas ainda continuam a circular como se não houvesse uma situação especial", lamentou este médico que apelou "a que as pessoas tenham atenção em relação às medidas de prevenção para evitar que tenham esta doença".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,27 abr 2020 19:05

Editado porSara Almeida  em  7 ago 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.