​Cabo Verde recebe 40 toneladas de materiais e equipamentos de protecção individual

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,31 mai 2020 12:34

Cerca de 40 toneladas de material e equipamentos de protecção individual chegam hoje ao país, proveniente da China, visando a prevenção do contágio e o combate do novo coronavírus no Arquipélago, informou o Governo em comunicado.

No mesmo documento, o executivo afirma que a aquisição está enquadrada no Projeto de Emergência em Resposta ao COVID-19, financiado pelo Banco Mundial no montante de aproximadamente 500 milhões de escudos, tendo sido organizado pelo Ministério das Finanças, em articulação com o Ministério da Saúde e de Segurança Social e o Ministério da Administração Interna para a proteção civil.

Entre os equipamentos e material, que chegaram por via marítima, destaca-se 1.200.000 máscaras cirúrgicas, 1.200.000 luvas de proteção descartáveis (esterilizadas e não esterilizadas), 35.000 testes rápidos, 27.500 fatos de proteção para trabalho de desinfeção/lavagem com capuz e impermeável, 30.000 batas impermeáveis, 100.000 óculos médico descartáveis, 300 óculos panorâmicos herméticos reutilizáveis, 4000 luvas com proteção química reutilizáveis, 40.000 kits para testes, 30000 bonés de proteção, 30 ventiladores, 30 monitores de sinais vitais, 18 desfibriladores e sistema para pacing invasivo, 50.000 máscaras e proteção FFP3, 2 equipamentos RX análogo polyrad, 3 analisadores de gases.

“Além disso, o Governo adquiriu equipamentos hospitalares e de laboratório de virologia, que têm a chegada prevista ao país na próxima semana”, lê-se.

O Governo refere que o material e equipamentos de protecção individual vão reforçar o abastecimento de todas as estruturas de saúde, Policia Nacional e para a Proteção Civil.

Além deste financiamento, a mesma fonte garante que Cabo Verde mobilizou um donativo de cerca de 100 milhões de escudos como financiamento adicional para a aquisição do material e dos equipamentos para prevenir e mitigar o efeito da pandemia.

“Este projecto de emergência estabeleceu o recorde em termo de tempo de preparação, com um período de 21 dias entre o momento da identificação da necessidade a elaboração do projeto e a sua aprovação pelo Conselho de Administração do Banco Mundial, em 2 de abril 2020. É um recorde de tempo de preparação na historia de Cabo Verde com qualquer instituição financeira internacional”, diz.

Na operação, “de material sensível, com alta demanda no mercado internacional” estiveram envolvidos, estiveram envolvidos o Ministério das Finanças, o Ministério da Saúde e Assuntos Social, o Ministério da Administração Interna, o Ministério dos Negócios Estrangeiros, inclusive com apoio operacional da Embaixada de Cabo Verde na China.

No comunicado o Governo diz que ao pedido da Câmara Municipal da Boavista o transportou também material de proteção individual para a edilidade boavistense, oferecido pelo Município de Rudong na China que tem uma geminação com a autarquia da Boa Vista.

“De realçar que, com esta aquisição adicional de material e equipamentos de proteção individual, pelo Governo, o país tem garantido um estoque, para fazer face à pandemia, para os próximos seis meses na base de uma evolução controlada dos números de casos”, realça.

Entretanto, caso haja necessidade de reforço de mais materiais, em função da evolução da pandemia, o Governo garante que irá proceder ao reforço dos equipamentos necessários, bem como a adoção e implementação de medidas que forem necessárias a fim de se reduzir o número de infetados, assegurar a saúde pública e preparar o retorno gradual a normalidade.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,31 mai 2020 12:34

Editado porFretson Rocha  em  2 dez 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.