​Sintap faz balanço positivo dos dois dias de greve dos trabalhadores do INSP

PorExpresso das Ilhas, Lusa,16 jul 2022 9:27

O secretário permanente do Sintap, Luís Fortes, disse que o balanço dos dois dias de greve dos trabalhadores do INSP ultrapassou as expectativas e perspectivou o cumprimento das reivindicações nos prazos anunciados pela DNAP.

O sindicalista fez estas declarações ontem à Inforpress, em jeito de balanço dos dois dias de greve dos trabalhadores do Instituto Nacional da Saúde Pública (INSP) que, esta quinta-feira, iniciaram uma greve de dois dias.

“A adesão, durante estes dois dias, continuou superior a 50%, os trabalhadores estão motivados para, caso os instrumentos não forem aprovados, aderirem mais uma vez à greve”, disse Luís Fortes.

Luís Fortes salientou ainda que os objectivos foram alcançados com a greve de dois dias, que ao seu ver, foi um instrumento-chave para a resolução do processo dos trabalhadores do INSP, pelo que alertou, caso as promessas não forem cumpridas dentro de um mês será realizada outra greve.

Os trabalhadores do INSP iniciaram esta quinta-feira uma greve de dois dias alegando a não implementação do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS), ausência de um estatuto adequado ao instituto público e instrumentos de gestão em negociação há mais de 15 meses e que não tiveram resultados.

Entretanto, em comunicado emitido esta quinta-feira, a Direcção Nacional da Administração Pública (DNAP) anunciou que não recebeu do representante sindical qualquer comunicado de pré-aviso de greve dos trabalhadores do Instituto Nacional de Saúde Pública.

A DNAP informa ainda que não recebeu qualquer comunicado de pré-aviso de greve no dia 09 de Junho, tendo tomado conhecimento da situação através da comunicação social e da imprensa.

“Não obstante se confirme que os instrumentos de gestão do INSP estejam na DNAP para apreciação, importa esclarecer que a tramitação do processo está a seguir o seu curso normal e dentro do prazo estabelecido para o efeito”, avança a mesma fonte

O documento avança ainda que o resultado do parecer será comunicado ao INSP até ao início da próxima semana.

O INSP tem neste momento 67 colaboradores. Destes, oito fazem parte da Instituição e 33 foram contratados no âmbito do combate a covid-19. Os restantes 26 são quadros do Ministério da Saúde destacados no INSP.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,16 jul 2022 9:27

Editado porFretson Rocha  em  2 dez 2022 23:28

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.