PAICV chama José Gonçalves ao parlamento

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,9 out 2018 15:07

Vera Almeida
Vera Almeida

​O grupo parlamentar do PAICV decidiu chamar o ministro dos Transportes ao parlamento para responder, na sessão que arranca esta quarta-feira, sobre a “crise dos transportes aéreos” e explicar “que tipo de contrato o Governo tem com a Binter.

“Esta chamada de José Gonçalves ao parlamento cumpre assim o novo regimento da Assembleia Nacional que dá a possibilidade de os grupos parlamentares chamarem dois ministros de cada vez para responder a questões políticas", afirma o grupo parlamentar, pela voz da deputada Vera Almeida.

Segundo a deputada do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV, oposição), que falava em conferência de imprensa, o seu partido quer saber “exactamente que tipo de contrato que o Governo tem com a companhia aérea”, mas também sobre o resultado do concurso internacional de concessão para as linhas marítimas, ainda por conhecer.

“Nós iremos questionar o ministro em relação a esta crise que temos vindo a notar, queremos saber efectivamente que contrato é esse que o Governo tem com a Binter”, esclareceu a deputada eleita pelo circulo de Santo Antão.

O PAICV vai aproveitar também para questionar a ministra das Infraestruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, que estará no parlamento a pedido do grupo parlamentar do Movimento para a Democracia (MpD, poder), sobre a habitação, porque, revelou, “há pessoas sem habitação quando há casas disponíveis do projecto Casa Para Todos.”

Ainda na sessão, o maior partido da oposição vai contestar a lei que procede à primeira alteração da lei n°60/VIII/2014, de 23 de Abril, que estabelece o regime das operações urbanísticas, designadamente o loteamento, a urbanização e a conservação de edifícios.

No entender do PAICV, com esta alteração, o Governo retira o carácter vinculativo do parecer que deveria dar em relação às operações urbanísticas. “Nós achamos que não se devia dispensar desse parecer vinculativo do Governo, porque isso está a levar a um caos. Basta vermos a questão das orlas marítimas,” criticou.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,9 out 2018 15:07

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  1 jul 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.