PAICV quer “maior sensibilidade” do Governo para com operadores de pesca

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,5 fev 2019 14:37

Paula Moeda, PAICV
Paula Moeda, PAICV(Inforpress)

​O grupo parlamentar do PAICV exigiu hoje “maior sensibilidade” do Governo para com os operadores de pesca, por considerar que as soluções do executivo “tardam a chegar”.

Em conferência de imprensa realizada hoje, na Cidade da Praia, para celebrar o Dia do Pescador, a deputada Paula Moeda, apontou a necessidade de se “reduzir as desigualdades e promover mais crescimento económico, através de mais justiça para com o sector”.

Para esta parlamentar, “é preciso ousar mais”, de modo a criar condições para o sucesso das unidades piscatórias, já que o país tem uma classe forte de operadores no sector da pesca.

A parlamentar criticou a postura do executivo para com o cais de pesca da Praia, de Boca Pistola em Ponta do Sol (Santo Antão), e em zonas piscatórias diversas como Cruzinha, Sinagoga, Pontinha, Janela, Figueiras, e Ribeira Alta, argumentando que “os passos ousados dados por Cabo Verde no sector das pescas estão seriamente comprometidos”.

“Para um país com intensa actividade e tradição marítima, a pesca artesanal, semi-industrial e industrial deverá esperar uma atitude mais pró-activa do Governo e dos municípios, principalmente quando a actividade é considerada como uma das mais significativas para a economia azul”, considerou Paula Moeda, para quem um sector que emprega mais de 10 mil trabalhadores “exige outro olhar”.

A parlamentar reprova o facto de o país “continuar a ver gente de longe a arrebanhar o pescado a preços irrisórios, em nome de acordos que não beneficiem o país”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,5 fev 2019 14:37

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 ago 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.