Presidente defende envolvimento das comunidades na construção de ofertas turísticas

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,7 jun 2019 8:05

Jorge Carlos Fonseca de visita a Santo Antão
Jorge Carlos Fonseca de visita a Santo Antão(Presidência da República)

Jorge Carlos Fonseca, que falava na abertura do seminário internacional sobre o turismo sustentável, que decorre na cidade do Porto Novo, referiu-se aos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), segundo os quais 45,7 % da população de Santo Antão é pobre, sendo que 17,1 % vive em pobreza extrema.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, considera que o desenvolvimento do turismo, constitui “uma via possível nesta batalha contra pobreza” em Santo Antão, que atinge 45,7 por cento (%) da população local.

O incremento do turismo, na sua vertente ecológica e social, poderá ser, explicou o Presidente da República, uma forma se combater este fenómeno em Santo Antão, sendo por isso, “necessária” a integração das comunidades na definição da “cadeia de oferta dos produtos” e na “feitura” dos pacotes” a disponibilizar os turistas.

No entender do Chefe de Estado, Santo Antão pode, igualmente, explorar o chamado turismo humanitário, capaz de ajudar a resolver os problemas de ordem social que afligem a ilha, nomeadamente a pobreza, mas também a requalificação das habitações e escolas, bem como a limpeza das cidades.

“Daí, a importância da participação das comunidades na elaboração dos pacotes turísticos que se pretende disponibilizar aos turistas”, sublinha.

Santo Antão, no entender de Jorge Carlos Fonseca, tem condições para “promover, com sucesso”, o turismo nas suas várias vertentes (ecológica, cultural, social), mas isso, explica, exige “uma ampla participação” das comunidades rurais.

O panorama actual do turismo em Cabo Verde, o perfil do turista que procura Santo Antão, os desafios e as oportunidades para o turismo nesta região, as boas práticas nacionais e internacionais do turismo sustentável são alguns dos temas em debate neste seminário, que decorre até sábado, numa iniciativa da Associação para a Defesa do Património de Mértola (Portugal), em parceria com o Governo e câmaras municipais.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,7 jun 2019 8:05

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  26 jun 2019 7:19

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.