Janira diz que fóruns do Governo são “operação de marketing”

PorExpresso das Ilhas, Lusa,4 out 2019 16:29

1

Janira Hopffer Almada
Janira Hopffer Almada

​A presidente do PAICV, Janira Hopffer Almada, questionou hoje a realização de três fóruns pelo Governo, dizendo que têm servido apenas como "operação de marketing" e para "aumento dos gastos públicos".

Em conferência de imprensa, a líder do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) fez referência aos três "fóruns" ou "cimeiras" realizados pelo Governo de Ulisses Correia e Silva em menos de um ano - em Dezembro de 2018, em Paris (França); em Julho, na ilha do Sal, e o mais recente, em Setembro, em Boston (EUA).

Janira Hopffer Almada reconheceu a importância da mobilização de parcerias e de financiamentos para o país, mas notou que o importante é que não seja apenas uma "operação de marketing, sem resultados palpáveis e sem impactos visíveis na vida dos cabo-verdianos".

Começando pelo fórum de Paris, a presidente do PAICV disse que o financiamento anunciado ficou "muito aquém" dos 850 milhões de euros, mas sim nos 39 milhões de euros, e que todos os projectos apresentados já tinham sido anunciados antes do evento.

"O que foi o Governo fazer a Paris, gastando milhares de contos de um país que mal consegue fazer face à seca, se todos os projectos que foi anunciar já haviam sido anunciados e já estavam garantidos?", questionou a líder partidária.

Relativamente a um evento semelhante realizado na ilha do Sal, em Julho, Janira Almada insistiu que o valor anunciado da mobilização de 1,5 mil milhões de euros corresponde igualmente a projectos que já tinham sido avançados antes.

"Resulta evidente, com estes dois fóruns ou cimeiras - uma em Paris e outro na ilha do Sal -, que o Governo tem anunciado muitas vezes os mesmos projectos com o único objectivo de criar a percepção de uma dinâmica que não existe", criticou.

Sobre o mais recente fórum, realizado no final de Setembro, em Boston, nos Estados Unidos, a presidente do PAICV questionou o Governo sobre que recursos financeiros foram mobilizados para os projectos dos investidores e empresários cabo-verdianos e que parcerias foram promovidas ou fortalecidas durante o evento.

Além dos impactos, dos valores mobilizados, dos projectos financiados, das parcerias, o maior partido da oposição cabo-verdiana quer ainda saber quanto dinheiro foi gasto por este Governo nesses três fóruns, sendo dois deles realizados fora do país.

"Não se pode continuar a assistir a uma governação que, à custa dos poucos recursos deste país, se concentre na publicidade e no marketing, sem a tomada de quaisquer medidas estruturantes para o país", insurgiu-se Janira Hopffer Almada.

Enquanto isso, disse a líder partidária, o povo vai passando por "sérias dificuldades", em sectores como a saúde e a educação.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,4 out 2019 16:29

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  17 out 2019 14:19

1

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.