​PM pede serenidade à população em São Vicente após primeiro caso de COVID-19

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,6 abr 2020 12:06

Ulisses Correia e Silva
Ulisses Correia e Silva

O primeiro-ministro pede serenidade à população de São Vicente, após o surgimento do primeiro caso confirmado de COVID-19 na ilha. Numa mensagem publicada hoje na sua página na rede social Facebook, Ulisses Correia e Silva apela a um maior rigor no cumprimento das regras de isolamento social e de protecção individual, e confiança nos profissionais de saúde.

“Estamos num combate que se ganha com verdade, com humildade, com determinação e com confiança nas autoridades da saúde e da protecção civil”, lê-se.

Na sua mensagem, o chefe do Governo endereça “uma palavra de muita força aos cidadãos de São Vicente”, recordando que o mundo está perante uma pandemia grave e um grande desafio para investigadores, cientistas e profissionais de saúde.

“Há incertezas e uma luta contra o tempo para controlar a propagação do vírus, preveni-lo e vencê-lo. Os hospitais de grande parte dos países do mundo estão postos à prova diariamente”, recorda.

Em Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva refere que “são conhecidas as vulnerabilidades do sistema de saúde”, mas garante que tudo está a ser feito para dar respostas à altura das circunstâncias de excepção que o país vive.

Cabo Verde cumpre hoje o nono dia de um total de 20, de estado de emergência, decretado pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, para conter a pandemia provocada pelo novo coronavírus. A população de todas as ilhas está obrigada ao dever geral de recolhimento, com limitações aos movimentos, empresas não essenciais fechadas e todas as ligações inte-rilhas marítimas e aéreas, de transporte de passageiros, suspensas

“O país está em estado de emergência. O balanço é positivo. Na sua grande maioria, as pessoas estão a cumprir. É preciso cumprir mais. É preciso que todos cumpram. É preciso não fintar as restrições e as proibições para não colocar em perigo a sua saúde e a saúde da sua família e da sua comunidade”, avisa o Primeiro-ministro.

“Está provado que o grau de isolamento social tem impacto sobre o número de infectados. Quanto mais pessoas estiverem em casa, menos infectados com a doença existirão, menos pressão haverá sobre os hospitais, melhores condições terão os profissionais de saúde para tratarem dos doentes e menos mortes haverá”, realça.

Cabo Verde regista actualmente sete casos confirmados de COVID-19, na ilha da Boa Vista (4), na cidade da Praia (2) e em São Vicente (1).

O caso em São Vicente é uma cidadã chinesa de 56 anos, confirmado na sexta-feira. De acordo com o Ministro da Saúde, a Direcção do Hospital Baptista de Sousa (HBS) e a Delegacia de Saúde de São Vicente reconhecem falhas na condução do processo da primeira paciente com COVID-19 na ilha. Arlindo do Rosário anunciou a abertura de um inquérito para apurar responsabilidades.

Mais de 100 pessoas foram colocadas em quarentena, entre profissionais de saúde, quer do hospital quer da clínica privada que atendeu o caso pela primeira vez, e outros contactos da paciente infectada.

Entretanto, a Direcção nacional da Saúde (DNS) anunciou esta manhã que as análises aos sete casos suspeitos de COVID-19, em São Vicente, deram negativo. As análises foram feitas na sequência da investigação epidemiológica em curso, relativo ao caso positivo de COVID-19, diagnosticado em São Vicente.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infectou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 69 mil. Dos casos de infecção, mais de 266 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,6 abr 2020 12:06

Editado porSara Almeida  em  1 jul 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.