“O aumento de deputados é pouco para os objectivos que nós tínhamos”

O presidente da UCID disse que o aumento de três para quatro deputados é pouco para os objectivos traçados pelo partido, alegando ainda que as pessoas a abstenção não foi voluntária mas sim porque as pessoas foram pressionadas a não votar. António Monteiro assumiu que não tenciona continuar a liderar o partido, assumindo o cargo de deputado por pelo menos mais dois anos.

António Monteiro que falava ontem à Rádio Morabeza afirmou que o aumento de um deputado não é aquilo que o partido gostaria que fosse, uma vez que o objectivo era vencer.

“Tínhamos duas balizas. A baliza maior e a baliza de menor dimensão que era equilibramos o parlamento e consequentemente termos capacidade de influenciar a governação e termos a capacidade de darmos um rumo ligeiramente diferente daquilo que um governo com maioria absoluta provavelmente daria. Nós não conseguimos nem uma coisa nem outra e aqui a vitória que UCID teve aqui em São Vicente, o aumento de deputados é pouco, diria mesmo muito pouco para os objectivos que nós tínhamos”, declarou.

Para António Monteiro, a campanha eleitoral não “foi boa, na medida em que as pessoas não votaram de livre e espontânea vontade”. As pessoas, acusou, foram pressionadas e houve muita jogada de compra de votos.

“Infelizmente continuam as mesmas jogadas de compras de voto, isso infelizmente acaba por perturbar qualquer eleição e os resultados que nós temos, infelizmente são resultados que quem tem mais dinheiro, consegue impor. Foi assim outrora, está sendo assim agora, mas a UCID vai continuar a fazer o seu trabalho. Como tínhamos dito logo no início da nossa intervenção queremos servir as pessoas que em nós votaram e não são poucas pessoas. São 20 mil eleitores, pensamos que é um número razoável que merecerão todo o nosso respeito”, assegurou.

Na mesma ocasião, o presidente da UCID parabenizou o MpD pela vitória e disse esperar que consigam fazer uma gestão do país melhor do que aquela que fizeram em 2016/2021 e que consigam na prática colocar todas as ideias, as propostas e os compromissos que colocaram em cima da mesa, para que o povo possa usufruir e ser feliz.

Segundo anunciou, não tenciona continuar a liderar o partido e pretende assumir por pelo menos mais dois anos o lugar de deputado.

“Eu estarei no partido enquanto os militantes do partido quiserem, eu sou militante do partido, não tenciono continuar a liderar o partido. Tenciono pelo menos até uns dois anos assumir o lugar de deputado, essa é a ideia mas também posso ter uma outra sugestão. Mas, temos congresso ainda este ano e o partido vai preparar-se para uma nova direcção e eu vou estar como militante”, referiu.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Rádio Morabeza,19 abr 2021 10:19

Editado porAndre Amaral  em  16 jun 2021 23:21

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.