​“As pessoas mudaram, a forma de viajar mudou” – SG OMT

PorNuno Andrade Ferreira,2 set 2021 14:10

Zurab Pololikashvili, secretário-geral da OMT
Zurab Pololikashvili, secretário-geral da OMT

O secretário-geral da Organização Mundial de Turismo (OMT), Zurab Pololikashvili, recordou hoje, no Sal, que o sector turístico mudou, como consequência da pandemia de covid-19 e que, por isso, é necessário apoiar o continente africano na transição para o novo contexto.

O responsável da agência da ONU falava na manhã desta sexta-feira, na abertura da 64.ª reunião da Comissão Africana da OMT.

“Hoje vamos discutir o futuro do turismo em África. Isto não é novo, mas o que é novo é que o sector mudou, as pessoas mudaram, a forma de viajar mudou. África precisa de suporte e de linhas orientadoras e não há melhor oportunidade do que esta, para discutir e ver como vamos seguir e como vamos planear o nosso futuro”, antecipou.

Perante uma plateia composta por cerca de dezena e meia de ministros, e outras personalidades ligadas ao turismo, Pololikashvili realçou a importância de captar investimento e criar postos de trabalho.

“[O investimento] é a melhor forma e a forma mais rápida e sustentável de criar empregos, novos empregos, que são precisos, não só em África, mas em todo o mundo, especialmente depois da crise pandémica”, destacou.

A pandemia de SARS-CoV-2 provocou uma crise na indústria do turismo dez vezes superior à crise anterior, de 2009. De acordo com a OMT, verificou-se uma queda de mil milhões de turistas e perdas superiores a um bilião de dólares.

O ministro do Turismo e Transportes, Carlos Santos, lembrou que África não escapou à crise, nem aos seus efeitos, pelo que uma rápida retoma é prioridade.

“Os países africanos não foram excepção, pelo que estão cientes da necessidade de implementação de medidas sanitárias e económicas para a retoma rápida das respectivas economias. A reunião da CAF [Comissão Africana] é decididamente uma oportunidade única para essa discussão”, expressou.

“O foco das discussões deverá incidir, essencialmente, sobre os efeitos no turismo e as directrizes que deverão ser aprovadas para proporcionar a rápida retoma económica. A expectativa é imensa”, admitiu.

Cabo Verde acolhe, esta quinta-feira, na ilha do Sal, a 64ª reunião da Comissão Regional Africana da OMT. Amanhã, sexta-feira, as delegações participam no segundo Fórum Global de Turismo para o Investimento em África.

A promoção do investimento no sector turístico, a construção de uma imagem positiva do continente, enquanto destino turístico, e a maior integração continental são as principais metas a alcançar.

De acordo com o governo, estão no país mais de duzentos participantes, entre ministros do turismo do continente africano, investidores e instituições financeiras internacionais, acompanhados de especialistas do sector turístico.

O programa oficial do duplo evento prolonga-se até sábado, dia dedicado a visitas e encontros.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Nuno Andrade Ferreira,2 set 2021 14:10

Editado porAndre Amaral  em  23 set 2021 10:19

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.