PGR garante "normal andamento" do processo Fundo do Ambiente

PorSheilla Ribeiro,20 nov 2019 12:20

Luís José Tavares Landim
Luís José Tavares Landim

O Procurador-Geral da República (PGR), Luís José Tavares Landim, recusou hoje comentar o caso do Fundo de Ambiente, afirmando apenas que a Procuradoria-Geral vai dar andamento normal ao processo.

Luís José Tavares Landim fez essa consideração à imprensa a margem do encontro com o Presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos.

“Não vou comentar pormenores do processo, mas naturalmente as coisas vão andar e a lei determina como é o andamento desse tipo de processo”, disse.

Por outro lado, fez saber que durante a visita de cortesia ao PAN foram abordadas questões ligadas à justiça e que “preocupam” todo o país, como a insegurança na cidade da Praia, questões policiais, do Ministério Público (MP) e da Magistratura.

“A segurança é uma questão que vem sempre à tona, quando se tem contas desse tipo. Na verdade é uma questão que nos preocupa. Estamos a tentar serenamente ultrapassar esse pico de insegurança na cidade da Praia”, afirmou.

O PGR recordou ainda que ao longo do tempo existiram outras “crises” na cidade da Praia e em Cabo Verde, que foram ultrapassadas. Por isso, apesar da segurança ser uma “questão essencial” neste momento, considera que todos estarão “empenhados” em superar a presente situação.

Em relação às prioridades da Justiça, Luís José Tavares Landim avançou que uma delas é dar continuidade às atribuições do MP e reforçar cada vez mais a sua capacidade, para dar respostas às demandas com formação e criação de meios naturais e humanos.

“Naturalmente que há questões que também têm de ser vistas. A questão da situação dos próprios magistrados, como por exemplo, a situação salarial. Há que trabalhar, há que satisfazer também os anseios legítimos e legais dos magistrados para também eles continuarem a se esforçarem”, salientou.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,20 nov 2019 12:20

Editado porSara Almeida  em  20 jan 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.