Cabo Verde assina com a China protocolo de 5 milhões de euros

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,11 mar 2020 14:56

Du Xiaocong, Luís Filipe Tavares
Du Xiaocong, Luís Filipe Tavares(Rádio Morabeza)

Cabo Verde assinou, esta manhã, com a China um protocolo no valor de 5 milhões de euros para concessão gratuita da assistência militar.

Com base no acordo, o ministro da Defesa, Luís Filipe Tavares, adianta que as Forças Armadas vão ter novos equipamentos de mobilidade, com reforço dos meios de transporte terrestres, nas três regiões militares.

“Meios militares pesados", especificou. 

"Vamos ter também um sistema de rádio-comunicações moderno nas três regiões militares - é a primeira vez que isso está a acontecer nas nossas Forças Armadas -  e vamos continuar a fazer formação, a treinar os nossos militares. Estes 5 milhões de euros representam algo de muito importante para a nossa instituição castrense. Estamos a num momento de viragem nas forças armadas”, avançou.

O embaixador da República Popular da China em Cabo Verde, Du Xiaocong, prometeu que os equipamentos serão entregues ao governo em breve

O protocolo assinado hoje concretiza, conforme explicou, o consenso acordado pelo Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, e o Presidente da China, na cimeira de Beijing, no âmbito da cooperação China-África, de 2018, "Os materiais de assistência vai ser entregues à parte cabo -verdiana, para execução, em breve", adiantou.

Em Setembro 2018, à margem da Cimeira do Fórum sobre a Cooperação África-China, as autoridades chinesas decidiram contemplar Cabo Verde com um apoio militar no montante de 5 milhões de euros, a ser materializado nos próximos cinco anos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,11 mar 2020 14:56

Editado porSara Almeida  em  2 dez 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.