Estado de Emergência: Mais de 1000 estabelecimentos comerciais fechados e 40 pessoas detidas

PorExpresso das Ilhas,6 abr 2020 15:37

Balanço foi feito hoje pelo Director Nacional da Polícia Nacional, Emanuel Estaline, no final da reunião do Primeiro-ministro com as forças de segurança.

No dia em que, depois de ter sido confirmado o primeiro caso de COVID-19 na ilha, o primeiro-ministro deixou um apelo à serenidade à população de São Vicente, as forças de segurança, neste caso Polícia Nacional e Forças Armadas, fizeram um balanço positivo da primeira semana de Estado de Emergência em Cabo Verde.

Emanuel Estaline, Director Nacional da Polícia Nacional, disse que durante esta primeira semana foram encerrados mais de 1200 de estabelecimentos comerciais, a nível nacional, por não cumprimento das regras estabelecidas pelo Estado de Emergência declarado pelo Presidente da República.

Além daquele número, o Director Nacional da PN apontou que "1025 pessoas foram identificadas, das quais 40 foram detidas por incumprimento da quarentena". Desses 40 detidos 24 acabaram mesmo por ser apresentados ao Ministério Público.

Durante a semana passada, causou polémica a apreensão de viaturas pela Polícia Nacional. Hoje Emanuel Estaline disse que até agora foram apreendidas 203 viaturas em todo o país por circularem nas estradas de forma ilegal ou sem justificativo legal.

Já em colaboração com as Forças Armadas, a Polícia Nacional realizou um total de 23 operações de fiscalização.

A Polícia Nacional tem, actualmente, um efectivo de quase 1900 elementos que estão distribuídos por todos os concelhos do país e Emanuel Estaline garantiu o total comprometimento da instituição em fazer cumprir as regras em vigor durante o Estado de Emergência.

Por outro lado, Anildo Morais, Chefe de Estado Maior das Forças Armadas, destacou o trabalho que tem vindo a ser efectuado pela Guarda Costeira ao longo deste período.

Segundo aquele responsável, a Guarda Costeira, na sua missão de fiscalização das águas nacionais, fiscalizou um total de 63 navios e realizou 153 horas de navegação em missões de transporte de amostras de casos suspeitos de infecção das diversas ilhas para a Praia. Já em acções de patrulha, em parceria com a Policia Marítima, foram realizadas 379 horas de navegação, disse.

Quanto às Forças Armadas, segundo Anildo Morais, um total de 486 militares tem participado nas acções de fiscalização e sensibilização previstas com a declaração do Estado de Emergência.

De recordar que o Estado de Emergência o Presidente da República declarou o Estado de Emergência, no passado dia 28 de Março, por causa da pandemia de COVID-19.

Até ao momento, Cabo Verde conta com sete casos confirmados de infecção pela COVID-19. O primeiro caso foi diagnosticado a um turista inglês, de 62 anos, que acabaria por vir a falecer na ilha da Boa Vista. 

Naquela ilha foram igualmente detectados mais três casos. O do acompanhante do turista inglês, o de uma cidadã holandesa e de um técnico de manutenção de um dos hotéis da ilha da Boa Vista.

A Praia registou, até agora, dois casos e São Vicente um.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,6 abr 2020 15:37

Editado porSara Almeida  em  13 jan 2021 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.