CMP, privados e Estado juntam-se para resolver défice da habitação na Cidade da Praia

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,2 jun 2020 15:15

Jorge Carlos Fonseca, Óscar Santos
Jorge Carlos Fonseca, Óscar Santos(Rádio Morabeza)

A Câmara Municipal da Praia tem estado a identificar um conjunto de espaços para loteamento de terrenos, para evitar a construção de casas clandestinas. A afirmação é do Presidente da Câmara Municipal da Praia, no término de uma audiência com o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, que aconteceu esta tarde.

Óscar Santos diz que existe um défice enorme da habitação na capital do país.

"No mês passado encontramos com o Governo, onde identificamos um conjunto de espaços do Estado, que será transmitido para a Câmara Municipal, para fazer projectos de loteamento", avançou o edil.  A medida irá tornar todo o processo de colocação no mercado "muito mais rápido" por forma a fazer face ao "défice enorme de habitação". 

"Não só com o Estado. Também estamos a trabalhar com o privado a Tecnicil. Esta luta não pode ser só da Câmara, sozinha. Tem que ser da Câmara, privado e Estado, os três juntos vamos consegui dar uma solução melhor", explica.

Construção de barracas aumentou no EE

O edil praiense avança ainda que durante o estado de emergência foram construídas 80 barracas clandestinas na Praia.

“Um problema da cidade da Praia, é que em vários pontos da cidade vemos o despoletar de construção clandestina, e sobretudo durante o estado de emergência, no decurso de vinte dias, houve um aumento de barracas que nunca tinha acontecido na cidade da Praia. Normalmente é uma coisa pontual, mas desta vez foi explosivo, num sítio onde temos um plano que será aprovado brevemente e que vai aproveitar 361 lotes”, adianta.

Óscar Santos diz que há necessidade de travar a construção clandestina, porque se nada for feito, na zona do Alto da Glória, em cinco meses, existirão mil a duas mil barracas.  

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,2 jun 2020 15:15

Editado porSara Almeida  em  4 dez 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.