Cruz Vermelha de Cabo Verde e Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde vão distribuir refeições a cem idosos

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,29 jun 2020 16:32

Sérgio Sequeira, Arlindo Carvalho
Sérgio Sequeira, Arlindo Carvalho(Rádio Morabeza)

"Refeição Quente" é nome do projecto que será implementado na cidade da Praia pela Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde, (EHTCV) e Cruz Vermelha de Cabo Verde, para alimentar pessoas e famílias em situação de emergência social. O protocolo de colaboração foi assinado esta tarde, na Praia.

O presidente do conselho de administração da Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde, Sérgio Sequeira, considera que este é um projecto muito importante, porque vai apoiar aqueles que mais precisam

"Este projecto, que para nós faz muito sentido, irá ter impacto junto de pessoas que precisam neste momento de apoio.  O projecto já teve o seu início na ilha do Sal. A Escola de Hotelaria e a Cruz Vermelha no seu conselho local já desenvolveram este projecto durante alguns meses e nós quisemos trazer este projecto para cidade da Praia, porque fazia sentido, tendo em conta que a sede da escola de Hotelaria e Turismo está localizada aqui na Praia", avança.

Por outro lado, o presidente da Cruz Vermelha, Arlindo Carvalho, refere que muitas vezes dar cestas básicas a certas pessoas não ajuda a resolver os problemas

"Porque muitas vezes as pessoas não tem como cozinhar em casa, falta muitas vezes gás, falta fogão e falta até capacidade de confeccionar. Então, saindo por essa via, resolvendo a questão e já oferecendo uma refeição com segurança em termos de higienidade, com segurança em termos de acompanhamento daquilo que as pessoas devem comer em função da sua idade, da sua situação enquanto ser humano, isso vai de certeza ajudar a resolver o problema e a ter mais impacto, que é o que se quer a nível da vida e da saúde das pessoas ", explica.

Ao abrigo do protocolo, a EHTCV irá confeccionar as refeições quentes e a Cruz Vermelha de Cabo Verde fará a sua distribuição na capital do país. Recentemente foi também anunciado que a Embaixada do Luxemburgo vai financiar a confecção de uma refeição quente por dia, a 100 utentes idosos e carenciados do Centro de Dia da Praia, durante os próximos meses de Julho e Agosto.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,29 jun 2020 16:32

Editado porSara Almeida  em  26 out 2020 23:21

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.