​Trabalhadores do IEFP em greve de 48 horas

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,18 mar 2021 14:22

Os trabalhadores do Instituto de Emprego e Formação Profissional estão em greve. O protesto tem a duração de 48 horas e é apoiado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública (SINTAP) e pelo Sindicato da Indústria Comércio e Turismo (SICOTUR). Os trabalhadores exigem a publicação, em Boletim Oficial, da lista definitiva do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS).

Em São Vicente, Sheila Gomes, afirma que os quadros da instituição exigem dignidade laboral.

“Já temos 7 anos a lutar pelo PCCS. Desde 2019 que estamos a arrastar este processo, com muitos prazos anunciados e não cumpridos. É uma luta que estamos a fazer pelos nossos direitos e pela nossa dignidade profissional”, explica.

Segundo a porta-voz dos trabalhadores, a adesão à greve, em São Vicente é de praticamente 100%.

Ontem, o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) acusou o Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública (SINTAP) de intransigência na reunião de conciliação, esta terça-feira, promovida pela Direcção Geral do Trabalho, e que terminou sem acordo.

Os sindicatos exigiam a publicação do PCCS até ontem, 17 de Março.

O IEFP sublinha que não é possível cumprir o prazo estipulado pelos sindicatos, uma vez que só ontem é que foi concluído o parecer da Direcção Nacional da Administração Pública sobre as reclamações e o enquadramento de cerca de 120 colaboradores.

A data apontada para a publicação da lista final de transição é 26 de Março.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,18 mar 2021 14:22

Editado porAndre Amaral  em  10 abr 2021 18:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.