Jorge Santos considera “de extrema gravidade” o “acto de violência” entre deputados

PorExpresso das Ilhas,10 nov 2018 17:31

4

jorge santos
jorge santos

O presidente da Assembleia Nacional repudiou o “acto de violência” ocorrido na sexta-feira no perímetro do Parlamento, considerando-o de “extrema gravidade”.

Em nota de imprensa, Jorge Santos garantiu que tomará “providências para que todos os sujeitos parlamentares sejam parte activas na solução deste incidente e salvaguarda da boa imagem” do Parlamento.

O presidente reagia assim ao “acto violento” entre os deputados Emanuel Barbosa (MpD) e Moisés Borges (PAICV), um acto que, segundo diz, “adquire ainda maior gravidade, pela responsabilidade política, ética e moral dos representantes da Nação”.

Jorge Santos, que destacou ainda estarmos perante um acto que “não dignifica a função parlamentar e a democracia”, apelou à serenidade e à responsabilidade de todos os sujeitos parlamentares.

O Presidente da AN dirigiu-se ainda aos cabo-verdianos, exortando ao contributo de todos para o reforço da qualidade da democracia, e para a necessidade a coesão social e preservação da boa imagem externa.

Na nota não são, porém, avançadas quais as providências concretas que serão tomadas perante este caso de violência física, inédito em Cabo Verde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,10 nov 2018 17:31

Editado porSara Almeida  em  1 ago 2019 23:22

4

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.