​Vender Liceu Cónego Jacinto “deixa a ideia de que a educação não tem nenhum valor neste país” - UCID

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,8 mai 2019 12:15

João Santos Luís e António Monteiro
João Santos Luís e António Monteiro (Rádio Morabeza)

A UCID condena a decisão do Governo de vender o terreno onde está o Liceu Cónego Jacinto, na Praia, para a construção da nova Embaixada dos Estados Unidos da América (EUA). Para o partido, a justificação apresentada pelo executivo de que a actual instalação não se adequa à nova dinâmica do ensino em Cabo Verde e às necessidades futuras, devido ao crescimento populacional na área, não convencem e passa a ideia de que a educação não tem valor no país.

As declarações foram proferidas hoje, em conferência de imprensa pelo líder dos democratas cristãos, António Monteiro.

“Resolveram vender uma escola e trouxeram subterfúgios em termos de crescimento populacional para justificar esta venda. A UCID entende que não é este o teor essencial da venda, mas sim vender por vender, deixando aos cidadãos cabo-verdianos a ideia de que a educação não tem nenhum valor neste país”, entende.

A UCID diz-se indignada com a situação, considerando que houve pouca reflexão por parte do executivo, sobre os impactos sociais que a situação traz à comunidade da Várzea. Para o partido, a melhor forma seria a construção, em primeiro lugar, de uma escola, o que não aconteceu.

“Para nós não se deve vender um bem público desta forma quando se trata de uma escola. Vender uma escola é vender a alma de um povo, e a alma de um povo não se vende”, diz.

O anúncio da autorização da venda dos terrenos onde está construído o Liceu Cónego Jacinto está publicado no Boletim Oficial do dia 6 de Maio, e diz que o terreno de 12 mil metros quadrados será vendido para que ali se possam edificar as novas instalações da embaixada dos EUA. De acordo com a portaria conjunta assinada pelos ministros das Finanças e dos Negócios Estrangeiros, Olavo Correia e Luís Filipe Tavares, o Estado de Cabo Verde recebe 5,8 milhões de dólares com a venda.

António Monteiro questiona se foram tidas em conta possíveis consequências desta decisão.

“Estamos a falar de um local onde está localizado o Palácio do Governo e que a paredes meias vai se construir uma embaixada de um país terceiro. Questionamos se as normas de segurança interna foram tidas em atenção, e questionamos se o Governo estará a tomar esta medida, pondo na balança todas as consequências”, refere.

A UCID lembra que o Liceu Cónego Jacinto alberga cerca de 1800 alunos do 7º ao 12º ano, 110 professores e 20 funcionários.

Estando a decisão tomada, os democratas cristãos pedem ao Governo que antes de se retirar a escola daquele local, se construa rapidamente um novo edifício para albergar os alunos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,8 mai 2019 12:15

Editado porFretson Rocha  em  16 jul 2019 23:22

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.