​URDI termina com promessa de mais engajamento do Governo

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,28 nov 2021 21:12

O Governo vai continuar a apoiar e reforçar a sua participação para que a Feira de Artesanato e Design (URDI) continue a acontecer. Garantia deixada, na noite deste domingo, 28, pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, durante o discurso de encerramento da sexta edição do evento, que teve como palco a Praça Nova, em São Vicente.

“Quero aqui dar a garantia máxima de que o Ministério da Cultura e o Governo continuarão a apoiar e irão reforçar a sua participação na URDI, porque a URDI é do Governo, é do Estado, é de todos os cidadãos de Cabo Verde. Todo o engajamento será sempre necessário, todo o engajamento será mobilizado para que a URDI continue a acontecer”, aponta.

Abraão Vicente agradeceu aos artesãos por acreditarem na equipa do Centro Nacional de Arte, Artesanato e Design (CNAD) que, segundo diz, “é o verdadeiro exemplo de como o djunta mon institucional resulta, funciona e dá resultados”. O governante garantiu entrega total para, a partir de São Vicente – onde vai passar a tutelar também o Ministério do Mar, continuar a trabalhar para “as grandes causas nacionais”.

O director do CNAD, Irlando Ferreira, pede a inscrição da URDI no Orçamento do Estado no próximo ano.

“O nosso ministério tem feito um esforço imensno ao longo destes anos, mas é preciso inscrever a URDI no Orçamento do Estado para que possamos fazer as coisas cada vez com o mesmo brilho”, defende.

Em representação da Câmara Municipal de São Vicente, a vereadora Neusa Sança destacou o sucesso da feira.

“Mais uma edição da Feira de Artesanato e Design se finaliza com sucesso, dando provas que a URDI é um evento de grande importância e com grande impacto na economia do país, e em particular no desenvolvimento cultural”, referiu.

A 6ª edição da Feira de Artesanato e Design (URDI) arrancou no dia 24 deste mês, em São Vicente, sob o lema "imaginar futuros". No regresso à Praça Nova depois de, na edição anterior, ter decorrido num formato diferente, devido à pandemia, a URDI 2021 contou com a presença de 161 artesãos e designers de todos os municípios do país.

Os municípios do Sal e de Ribeira Grande de Santiago foram os destaques da edição.

Presente na cerimónia, o presidente da Câmara Municipal do Sal, Júlio Lopes, defendeu que é preciso mostrar a nossa cultura àqueles que visitam o país, destacou a importância de transformar o artesanato “num grande sector económico”.

“Eu adiro a essa visão de transformarmos a arte num grande sector económico em Cabo Verde, e permitir que os nossos artesãos possam também tirar partido, tirar rentabilidade da sua arte e da sua criatividade”, entende.

A URDI é organizada anualmente entre os meses de Novembo e Dezembro, em São Vicente, pelo Centro Nacional de Arte, Artesanato e Design (CNAD), tutela do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, considerado o maior evento nacional dedicado às Artes, Artesanato e Design.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,28 nov 2021 21:12

Editado porFretson Rocha  em  26 jan 2022 23:20

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.