China garante que nenhum dos 300 estudantes cabo-verdianos ficou infectado

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,20 abr 2020 16:19

O embaixador da China em Cabo Verde garantiu hoje ao Governo que os mais de 300 estudantes cabo-verdianos na China “cooperaram activamente” com as medidas deste país asiático no controlo à pandemia e que nenhum ficou infectado.

Du Xiaocong deu estas garantias na manhã de hoje, no Aeroporto Internacional da Praia Nelson Mandela, durante a entrega oficial de um lote de donativos humanitários de emergência a Cabo Verde com a finalidade de apoiar o País na prevenção e controlo ao covid-19, neste que foi referenciada com a medida mais recente da cooperação chinesa ao povo cabo-verdiano.

O diplomata chinês enalteceu os esforços conjuntos da China, do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde e da Embaixada de Cabo Verde na China, que o mesmo considerou essencial para que a segurança e a saúde dos estudantes cabo-verdiano ali residentes fossem garantidos.

Referiu que a China alcançou uma melhoria parcial na luta contra a pandemia, e ressaltar que “todos os cabo-verdianos na China estão com boa saúde e a retornar, gradualmente, ao estudo e a vida com normalidade”.

Ainda na sua intervenção, Du Xiaocong sublinhou a forma como o Governo de Cabo Verde “adoptou medidas pragmáticas e eficazes para combater a COVID-19 e conduziu uma “cooperação fortíssima” com a Organização Mundial da Saúde, afiançando que o controlo da pandemia “faz progresso positivos”, razão pela qual enalteceu a politica traçada pelas estruturas sanitárias cabo-verdianas.

Este donativo do governo chinês foi recebido pelo ministro da Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário, para quem 30 dias após o aparecimento do primeiro caso positivo em Cabo Verde, actualmente com 67 casos positivos, esta “evolução espelha o que o Governo tem feito de forma a conter, dentro do possível. a propagação da epidemia”.

O ministro disse ainda que medidas de distanciamento social, confinamento e suspensão de voos têm tido impacto na evolução da epidemia em Cabo Verde, ainda na “sua fase inicial”, tendo destacado o contributo do governo chinês para minimizar o impacto da pandemia do novo coronavírus.

Cabo Verde contabilizou hoje mais seis casos positivos da COVID-19, elevando para 67 o número de infectados, sendo 52 na ilha da Boa Vista, 13 na cidade da Praia, um no concelho do Tarrafal e um na ilha de São Vicente.

Dos casos confirmados, registou-se um óbito, um cidadão inglês de 62 anos, que se encontrava de férias na ilha da Boa Vista, e um doente recuperado.

O país está em estado de emergência desde o dia 29 de Março com fronteiras fechadas e mais de 70% pessoas em confinamento social.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,20 abr 2020 16:19

Editado porSara Almeida  em  4 dez 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.