PAICV acusa governo de não cumprir promessas para o sector da economia marítima

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,5 jan 2021 14:18

O líder parlamentar do PAICV, Rui Semedo
O líder parlamentar do PAICV, Rui Semedo Rádio Morabeza

O Governo não cumpriu com as promessas de campanha para o sector da economia marítima. A afirmação foi feita pelo líder parlamentar do PAICV, esta manhã, em conferência de imprensa de balanço das jornadas parlamentares.

Rui Semedo diz que não houve reformas substanciais no domínio marítimo e não houve medidas com impacto directo na vida das pessoas.

"Não foram construídos novos portos, mais nenhum porto, não foram feitas reformas de gestão dos portos, não foram tomadas medidas com impacto na vida dos profissionais do mar, os pescadores, os armadores, e também as peixeiras, e ainda não há medidas no sentido de modernização mesmo da gestão dos portos, o que significa que as medidas propostas no programa do governo ficaram por ser realizadas ” avançou.

No domínio dos transportes marítimos, Rui Semedo assegurou que ainda existem sérios problemas que dificultam a circulação das pessoas entre as ilhas.

"Pensar o mar e agir sobre o mar, tirar o proveito das potencialidades do mar será o melhor caminho para o desenvolvimento desta ilhas. Um outro facto que deve ser notado é que no domínio dos transportes marítimos ainda temos sérios problemas que dificultam a circulação das pessoas entre as ilhas, dificulta o desenvolvimento económico, as trocas comerciais, dificulta a comunicação fluida e a conectividade das ilhas entre si ", explica

Rui Semedo, terminou dizendo que o governo engavetou os grandes projectos que encontrou em relação ao sector da economia marítima.

A primeira sessão parlamentar do ano 2021 arranca amanhã, na Assembleia Nacional. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,5 jan 2021 14:18

Editado porAndre Amaral  em  23 jul 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.