"Queremos elevar o nosso nível de crescimento" - Olavo Correia

O Governo continua as audições no quadro da preparação do Orçamento de Estado para 2019. Na tarde desta quarta-feira, foi a vez da banca comercial, o sector segurador, as representações das empresas e as instituições “que têm como responsabilidade a potenciação do emprego”.

Encontros que o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças classifica de muito frutíferos e com propostas interessantes que vão merecer toda a atenção do Governo, no sentido de incorporar no Orçamento para o próximo ano sugestões dos operadores.

“Queremos elevar o nosso nível de crescimento, e o caminho terá que ser feito na base da abertura e diálogo com os privados e sempre com os olhos postos no sucesso”, afirma.

Numa publicação na sua página na rede social Facebook, Olavo Correia reconhece que a economia cabo-verdiana precisa dar um salto, “que só será possível ser materializado com estes importantes sectores em perfeita articulação”.

O executivo diz-se confiante que o OE 2019 vai servir como “um importante trampolim rumo ao Cabo Verde que merecemos todos”.

A nível das Tecnologias de Comunicação (TIC), o ministro garante que o Governo está disponível para ir até ao limite das suas possibilidades em matéria de incentivos e promoção do sector. O objectivo, diz Olavo Correia, é promover um sector das TIC, pujante em Cabo Verde e integrado na cadeia de criação de valor internacional.

“Recebi o sector no âmbito das audições em preparação do Orçamento de Estado para o próximo ano e pude demonstrar abertura do Governo no sentido de suportar lá onde for possível a dinamização deste importante sector para a estratégia que o país tem traçado”, diz.

O Governo iniciou na manhã desta segunda-feira as audições no quadro da preparação do Orçamento de Estado para 2019.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Rádio Morabeza,13 set 2018 8:20

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  17 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.