Governo adquire 35 kits móveis de recolha de dados para emissão do CNI

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,18 set 2018 11:54

Emissão do CNI
Emissão do CNI(Inforpress)

Governo investe 38 mil contos para a compra de 35 kits móveis de recolhas de dados, para tornar possível a emissão universal do Cartão Nacional de Identificação (CNI). Documento começa a ser emitido em Santiago, Fogo e Brava.

Informação avançada aos jornalistas pela ministra da Justiça e Trabalho, na cerimónia que marcou o arranque da emissão do CNI nas ilhas de Santiago, Fogo e Brava, que decorreu na capital do país. Janine Lélis diz que o governo quer garantir que todos os concelhos têm os equipamentos necessários.

"Estamos no processo de aquisição de mais 35 kits, exactamente para poder garantir em casos de pessoas de dificuldades de mobilidade que o serviço pode chegar ate eles e, garantir que, efectivamente, que todos os concelhos tenham os equipamentos e que tenhamos também backups", explica.

Deste Janeiro, o CNI está a ser emitido nas ilhas de Santo Antão e São Vicente. A partir de hoje, o cartão começa a ser emitido em Santiago, Fogo e Brava. 

"[O objectivo é que] tenhamos um documento que seja mais seguro. O nosso plano é cobrir a nível nacional até ao final deste ano", avança.

Janine Lélis avança que na Diáspora já há oito representações diplomáticas habilitadas para fazer a emissão do CNI.

Deste o lançamento, em Janeiro de 2018, já foram emitidos cerca de três mil cartões. 

O Cartão Nacional de identificação engloba o NIF, registo criminal e permite também criar empresas no dia, entre outros serviços.

O Cartão Nacional de Identificação é imprimido em Portugal. A ministra da Justiça avança que o recibo que é entregue no momento do pedido é valido em qualquer instituição.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,18 set 2018 11:54

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  10 jun 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.